Programa de transferência de renda passa em primeiro turno

05/10/2021 18h24 | por Cláudia Ribeiro
Podcast Deputados aprovaram na sessão desta terça-feira (05) a criação do Programa de Transferência de Renda de auxílio às famílias em vulnerabilidade social.

Deputados aprovaram na sessão desta terça-feira (05) a criação do Programa de Transferência de Renda de auxílio às famílias em vulnerabilidade social.Créditos: Dálie Felberg/Alep

Deputados aprovaram na sessão desta terça-feira (05) a criação do Programa de Transferência de Renda de auxílio às famílias em vulnerabilidade social.

Mais um programa estadual de transferência de renda foi aprovado pelos deputados. A proposta do Governo, que estava em primeiro turno de votação na sessão plenária desta terça-feira (5), prevê o repasse de um cartão no valor de R$ 80 reais por mês para que famílias que vivem com renda entre R$ 50 e R$ 100 reais mensais por pessoa no estado, possam usar na compra de alimentos. É a segunda versão do Cartão Comida Boa, com um valor a mais, graças ao incremento na economia do estado.  Na primeira, distribuída ainda em 2020, eram R$ 50 reais por mês, como explica o deputado Hussein Bakri (PSD), líder do Governo na Assembleia.

(Sonora)

O objetivo do Governo, além de contribuir para melhorar a vida de 110 mil  famílias que vivem na extrema pobreza, é que elas façam as compras em pequenos comércios nas cidades e nos bairros dos grandes municípios, fomentando também este setor, muito prejudicado por causa da pandemia.

(Volta Bakri)

Mas a sessão desta terça não teve apenas discursos, requerimentos e projetos de lei. Teve cantoria também. Da participante e uma das finalistas do programa The Voice Kids, da Rede Globo, Maria Victória. Ela recebeu uma menção honrosa do deputado Luiz Claudio Romanelli (PSD), que elogiou a voz e o sucesso dela ao longo da competição.

(Sobe som)

Maria Victória é de Alto Piquiri, na região Noroeste do estado. Ela participou do programa no time do sertanejo Michel Teló. Para ela, inclusive, o melhor momento da competição foi justamente quando os dois cantaram junto.

(Sonora)

A cantora mirim de 12 anos não conhecia a Assembleia e diz que se sentiu honrada em ser reconhecida pelos deputados e também pelo governador, já que passou antes pelo Palácio Iguaçu.

(Sonora)

 

 

Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação