Site de A a Z ///
Siga-nos:
 

▶ Divulgação ///

19/07/2019 às 18h00 > atualizado em 19/07/2019 às 18h13

Acadêmica de 18 anos é eleita presidente da CCJ do Parlamento Universitário

Por Vanderson Luiz

Larissa Gabriela Vargas, 18 anos, acadêmica de Direito da Universidade Positivo, não conseguia esconder a emoção e o nervosismo logo após ser eleita presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Parlamento Universitário. Ela será a responsável por comandar os trabalhos da principal Comissão e que tem a missão de analisar quase 80 propostas apresentadas pelos 54 deputados e pelo governador universitário.

Estou com um sentimento misturado: ansiedade e nervosismo. Sei que teremos muito trabalho, mas estou muito feliz. Eu queria muito participar da CCJ desde o início. É uma Comissão importante, que precisa de um bom presidente, com muita responsabilidade, determinação, competência, organização, foco e muita força de vontade. Mas me sinto preparada para a missão e vamos dar conta do recado”, afirmou.

A sua eleição já era esperada, já que foi articulada no dia anterior, durante a eleição da Mesa Executiva. Por isso mesmo, sem perder tempo, a presidente da CCJ contou que passou a madrugada analisando as proposições para distribuir aos relatores. “Durante a madrugada eu já estava analisando os projetos, fazendo uma prévia dos relatores, porque não temos tempo a perder.  Eu vou pegar os projetos da aliança [do grupo que a elegeu] e repassar para oposição e os da oposição para a aliança, para que tenhamos total isenção. Neste final de semana vou avaliar todos os projetos e fazer anotações. Alguns vão exigir emendas, mas estou bem preparada. Vai dar muito trabalho, mas vamos fazer todo o esforço possível para vencer as dificuldades e analisar todos os projetos”.

A CCJ inicia os trabalhos na segunda-feira, às 9 horas e passará dois dias, em período integral, analisando as proposições apresentadas.  Nesta sexta-feira, logo após a eleição das Comissões temáticas, a presidente reuniu os 12 integrantes e distribuiu os projetos para serem relatados. Todos têm como lição de casa, analisar as matérias e contribuir com análise fundamentada sobre a constitucionalidade das propostas, para que possam apresentar seus pareceres nas reuniões de segunda e terça-feira.

Além de Larissa, também integram a CCJ: Renan Marques (Unioeste), como vice-presidente; Juarez Calixto (Unicuritiba), Adriel de Oliveira (Unicuritiba), Welligton Marques (PUC), Anna Gori (Positivo), João Guzzi (UEL), Matheus Worschech (UEPG), Felipe Alves (Uninter), Luiz Antônio (Uninter), Sthepany Patricio (Unibrasil), João Gotardi (Estácio) e Wesley Bergonzine (UFPR).

Confiança e muito trabalho – O segundo dia do Parlamento Universitário também foi marcado pela formação das Comissões temáticas e escolha dos presidentes e vices. São nove grupos no total, que terão a responsabilidade de analisar os projetos liberados pela CCJ, para que possam ser votados em plenário.

Para a Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia, por exemplo, estão previstos 24 projetos, caso todos passem pelo crivo da CCJ. Mas a presidente Fernanda de Carvalho, acadêmica do segundo ano de Direito a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), garante que está preparada para a missão. “Eu sou muito ativa nas militâncias em geral de educação, de pautas de acessibilidade e acredito que educação de qualidade e acessível é extremamente importante para o crescimento geral da população paranaense. Quando mais a gente desenvolve as pessoas, mas temos indivíduos capazes de contribuir com a sociedade e acredito que possa dar minha contribuição, sempre bem assessorada pela minha vice-presidente, a Pamela [Picoli, da UEL), e por nossos membros da Comissão, que são em sua maioria mulheres, o que me deixa muito contente, porque a representatividade é extremamente importante, ainda mais nesses tempos em que vivemos que vivemos. Temos 24 projetos, é a Comissão com maior número de proposições. Muitos que visam a inclusão social, como intérprete de libras nas universidades, auxílio às pessoas com espectro autista, projetos que visam amparar comunidade LGBT nas instituições e precisamos trabalhar isso dentro das escolas e universidades”, afirmou.

O objetivo de contribuir com conhecimento técnico para ajustar projetos e dar a sua contribuição com ideias, também motivou Catarina Fracazzo a pleitear a presidência da Comissão de Saúde Pública. A acadêmica de Farmácia da Universidade Estadual de Londrina foi eleita por unanimidade e a sua Comissão, a princípio, está responsável por analisar 16 projetos. “Eu acredito que minha maior competência é a saúde pública, porque o meu curso visa bastante isso, já que temos a disciplina desde o primeiro semestre e temos estágio na saúde pública. Ao lado do Mohamad [Geha, acadêmico de Medicina da UEL] somos os únicos alunos da área, temos a obrigação de trazer nossos conhecimentos para o Parlamento Universitário e dar a nossa contribuição. Eu estou confiante e tenho as qualificações para atender as demandas da Comissão”, assegurou.

Outra Comissão que terá muitas demandas no Parlamento Universitário é a de Agricultura e Meio Ambiente, com 17 proposições a serem analisadas.  O acadêmico de Direito Leonardo Maimoni, da Universidade Positivo, ficou responsável por presidir os trabalhos e acredita que com seu conhecimento na área, principalmente no meio ambiente, será importante para análise das propostas. “Curitiba é conhecida como uma cidade sustentável e a minha ideia é tentar trazer muitas dessas ideias que estão em prática em Curitiba para serem usadas no Paraná todo.  Queremos que o nosso Estado sirva de exemplo, consiga se destacar com atitudes inovadoras que ajudem o meio ambiente e a economia, já que muitas ações, tanto pública quanto privada, podem gerar uma economia muito boa. Mas vamos trabalhar em equipe, analisar os projetos e aqueles que estão incompletos, adequar para fazer a diferença”.

As comissões – Confira os integrantes de cada comissão temática:

Comissão de Direitos Humanos e da Cidadania – Presidente – Thayni Vitória (Opet); vice-presidente – Matheus Worchech (UEPG); Membros – Fernanda Fiori Barvick (Unibrasil), Carol Teixeira (Faculdade Santa Cruz) e Fernanda de Carvalho (PUC).

Comissão de Desenvolvimento Econômico e Defesa do Consumidor – Presidente – Paolo Fedrigo (Unicuritiba); Vice-presidente – Larissa Vargas (Positivo); Membros – Anna Gori (Positivo), Matheus Worchech (UEPG), Jorge Luiz Schilichting (Uninter), Luiz Pereira (Unioeste), Beatriz Brelaz (Estácio), Lucas Vasco Garcia (Unicurtiba).

Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia – Presidente – Fernanda de Carvalho (PUC); Vice-Presidente – Pamela Picolli (UEL); Membros – Clara Regina (Unicuritba), Edson Quadros (Positivo), Beatriz Brelaz (Estácio), Carol Maronez (Unioeste), Carol Souza (Unioeste).

Comissão de Saúde Pública – Presidente - Catarina Fracazzo (UEL); Vice-presidente – Clara Regina (Unicuritiba); William Pedroso Rocha (Uninter), Carol Teixeira (Faculdade Santa Cruz), Alexandre Cardoso (Faculdade Santa Cruz), Fernanda de Carvalho (PUC), Julia Dalledone (Positivo);  

Comissão de Obras Públicas, Transportes e Comunicação – Presidente – Beatriz Brelaz (Estácio); Vice-presidente – Eduardo José Nascimento (Unibrasil); Membros – Lucas Vasco Garcia (Unicuritiba), Paulo Fedrigo (Unicuritiba), Davi Augusto (Positivo), Matheus Worchech (UEPG) e Leandra Leysa (UFPR);

Comissão de Segurança Pública – Presidente – Mario Henrique Lemos (Uninter); Vice-presidente – Alison Sczepanski (Uninter); Membros – Rubens Neto (UFPR), Juarez Calixto (Unicuritiba), Hugo Shimada (Unicuritiba), Matheus Fernandes (UEPG), William Rocha (Uninter);

Comissão de Agricultura e Meio Ambiente – Presidente – Leonardo Maimoni (Positivo); Vice-presidente – Guilherme Lima Souza (Unicuritiba); Membros – Rafael Ribeiro (Positivo), Fernanda de Carvalho (PUC), Brennda Bryksaag (Unibrasil), Renan Marques (Unioeste), João Gottardi (Estácio);

Comissão de Cultura, Esporte e Turismo – Presidente – Gabriel Marques (PUC). Vice-presidente – Hugo Shimada (Unicuritiba); Membros – Ricardo Stein (Positivo), Pamela Picoli (UEL), Leonardo Marcondes (Uninter), Rubens Neto (UFR) e Leandra Leysa (UFPR);

Comissão de Finanças e Orçamento – Presidente - Hugo Omori (Unicuritiba); Vice-presidente – Shirley Santos (Estácio); Membros - William Costa Grande (PUC), Amanda Melo (UEL), Jorge Schilichting (Uninter) e Lúcia Braga (UFPR).

Carregando galeria do Flickr...

  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep
  • Foto: Kleyton Presidente/Alep

Foto: Dálie Felberg/Alep