Site de A a Z ///
Siga-nos:
 

▶ Divulgação ///

<< Voltar ///

23/10/2017 às 18h15 > atualizado em 24/10/2017 às 15h18

Acadêmicos de Jornalismo começam a preparação para a cobertura do "Parlamento Universitário 2017"

Por Kharina Guimarães.

Os acadêmicos de Jornalismo que participarão da cobertura jornalística do “Parlamento Universitário 2017” iniciaram nesta segunda-feira (23) o processo de preparação para o projeto que simula as atividades legislativas. Todas as atividades oficiais dos parlamentares universitários serão acompanhadas pelos futuros jornalistas, que terão a função de produzir conteúdo para as diferentes mídias. O “Parlamento Universitário 2017” começa na próxima segunda-feira, dia 30 de outubro, a partir das 9 horas, com a Sessão Preparatória de Posse.

Os acadêmicos selecionados pelas universidades parceiras do projeto foram recepcionados pela diretora de Comunicação da Assembleia Legislativa do Paraná, jornalista Kátia Chagas, que apresentou o trabalho desenvolvido pela Diretoria de Comunicação na produção de conteúdo e divulgação das atividades legislativas. “Hoje foi um aquecimento para que conheçam como funciona a nossa rotina, como é feita a cobertura das sessões e de todas as atividades da Casa. Eu acho que para o estudante vai ser uma experiência muito enriquecedora, porque, além de poder exercer na prática um pouco da profissão que escolheu, o estudante vai poder conhecer um pouco mais a Assembleia e suas atividades”, destaca Kátia.

A primeira experiência compartilhada com os jornalistas que atuam na Assembleia Legislativa foi na coletiva de imprensa do presidente do Legislativo, deputado Ademar Traiano (PSDB). Os acadêmicos acompanharam a entrevista que acontece tradicionalmente antes do início das sessões plenárias. Traiano ressaltou a importância da participação dos jovens na política. “É sempre muito bom e importante termos na Casa jovens, que poderão melhor compreender o que é o processo legislativo. Aqui é um verdadeiro aprendizado. Todos que vêm à Assembleia saem com outra visão do que é o dia a dia do Parlamento estadual. E a razão maior de nós instituirmos o Parlamento Universitário é a de aproximarmos os jovens e despertamos neles o interesse pela vida pública”.

Para o acadêmico Vinícius Severiano, aluno do 6º período de Jornalismo na Universidade Positivo, a experiência será a oportunidade para mostrar à população que a política é para todos. “A gente chega aqui com a teoria da faculdade e quer aplicar na prática tudo que aprendeu até agora, principalmente de como o jornalismo pode abordar temas que para a população chegam de forma muito difícil e técnica. A gente quer mostrar para a população que a política não é algo só para jornalistas e técnicos, é para todo mundo”.

Luis Gustavo de Oliveira, acadêmico do 5º período de Jornalismo na Uninter, acredita que a experiência vai agregar ao currículo na busca de uma oportunidade no mercado de trabalho. “Conversando com uma professora, ela disse que a rotina pode agregar muito no conhecimento. Então essa experiência adquirida na simulação será excelente, porque na hora de buscar uma colocação em uma rádio ou televisão eu vou ter a experiência na área política”.

Projeto – O Parlamento Universitário é um projeto de ensino, pesquisa e formação política centrado na simulação das atividades parlamentares. Foram selecionados 54 acadêmicos de oito universidades de Curitiba, de diferentes cursos superiores (como Ciência Política, Direito, Administração, entre outros), para assumirem as funções de deputados universitários. Esta será a primeira vez que acadêmicos de Jornalismo também fazem parte do projeto, simulando a cobertura jornalística dos eventos.

O Parlamento Universitário visa oferecer aos graduandos o conhecimento e a vivência das atividades políticas do Parlamento, aprimorando a relação entre Estado e sociedade civil e proporcionando experiências práticas dos processos político e legislativo, permitindo aos jovens uma melhor compreensão do que é o dia a dia do deputado estadual. Adota a metodologia de ensino por meio da simulação, em que os participantes atuam diretamente nos trabalhos parlamentares, observando de perto a dinâmica das instituições democráticas do País. Este ano serão destinadas também até quatro vagas por instituição a estudantes do curso de Jornalismo, selecionados em processo independente daquele destinados aos ‘parlamentares’.

 

 



Ouça as entrevistas desta notícia:
Clique aqui para fazer o download do boletim





Carregando galeria do Flickr...

  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep
  • Foto: Pedro de Oliveira/Alep

Notícias mais lidas

Destaques