Site de A a Z ///
Siga-nos:
 

▶ Divulgação ///

24/05/2019 às 09h51 > atualizado em 24/05/2019 às 09h53

Coronel Prates garante que Botão do Pânico vai funcionar via aplicativo de celular

Por Diretoria de Comunicação com assessoria parlamentar

O deputado estadual Cobra Repórter (PSD) se reuniu com o Chefe do Estado-Maior da Polícia Militar do Paraná, coronel Lanes Randal Prates Marques, e recebeu a informação de que o Botão do Pânico passará a funcionar junto com o aplicativo 190, da Política Militar do Paraná. “As mulheres ou idosos com medidas protetivas que se sentirem ameaçados vão acessar o aplicativo 190. A Polícia Militar será imediatamente acionada dando prioridade para este tipo de ocorrência. Nas cidades onde o serviço é feito pela Guarda Municipal, a PM receberá a mensagem e avisará a Guarda”, explicou o coronel Prates. 

O Botão do Pânico foi instituído no Paraná através da Lei 18.868/2016, proposta pela deputada Cristina Silvestri (PPS) e, inicialmente, atenderia apenas as mulheres vítimas de violência. No início do mês de maio deste ano, os deputados aprovaram na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) o projeto de lei nº 499/2017, do deputado Cobra Repórter, que amplia a utilidade do botão do pânico para os idosos em situação de violência doméstica e familiar.

“Quando o projeto foi aprovado em segunda discussão no início desse mês, fui até a Secretaria Estadual de Segurança Pública para saber qual o motivo do Botão do Pânico ainda não estar funcionando plenamente para as mulheres. Prontamente, recebemos a resposta e a solução para o impasse que vinha se arrastando”, afirmou o deputado.

Como funciona o APP190 – As pessoas podem baixar o aplicativo gratuitamente em seus celulares. Após baixar o aplicativo, o usuário fará um cadastro rápido no portal Governo Digital, com informações pessoais e, a partir daí, será criado um perfil que armazenará todo o histórico de solicitações e atividades.



Notícias mais lidas

Destaques