Site de A a Z ///
Siga-nos:
 

▶ Divulgação ///

08/08/2019 às 17h13

Criai quer solução do INSS para mais um caso de criança que teve benefício cortado

Por Diretoria de Comunicação com assessoria parlamentar

A Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência (Criai) da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) vem recebendo denúncias sobre a suspensão dos benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em nosso Estado. Por conta disso, o deputado estadual Cobra Repórter (PSD), presidente da Criai, exigiu explicações do INSS na tentativa de resolver o quanto antes o problema.

A última denúncia recebida foi da família do pequeno João Henrique Amaral de Morais, de 9 anos, portador de Hemofilia B. Ele teve seu benefício do INSS suspenso sem justificativa. Por sua vez, o pai da criança, João Pinto de Morais, está em tratamento de câncer e está desesperado. Além de tudo isso, a mãe é deficiente visual, agravando ainda mais a situação da família. O pai contou que, mesmo apresentando recurso junto ao INSS há aproximadamente 30 dias, até agora, não teve o benefício do filho restabelecido.

“Em alguns casos, temos percebido que as denúncias recebidas pela Criai estão relacionadas aos atendimentos pelos servidores do INSS que desconhecem a legislação vigente a respeito do pagamento dos benefícios. Isso tem gerado informações desconexas e infundadas, gerado prejuízo aos beneficiários, que, por sua vez, estão com o benefício suspenso e dependem da agilidade da administração pública e encontram obstáculo com o mal atendimento”, explicou o deputado Cobra Repórter.

A Criai enviou um ofício solicitando à gerência executiva do INSS que determine a apuração necessária para verificação da conduta da agência de Curitiba e demais possíveis agentes envolvidos. Por isso, também foi agendada uma reunião com o gerente executivo do INSS, na próxima segunda-feira (12), às 14h, na sede em Curitiba.