Site de A a Z ///
Siga-nos:
 

▶ Divulgação ///

12/07/2019 às 14h27 > atualizado em 12/07/2019 às 16h28

Curso sobre comunicação política empolga participantes

Por Vanderson Luiz

A Escola do Legislativo concluiu nesta sexta-feira o curso sobre "Comunicação Política no Instagram: como ser influente na era digital”, ministrado pela psicóloga Gisele Meter e pela jornalista e psicóloga Priscilla de Sá. E o sentimento de todos que participaram do evento é que ficou um gostinho de quero mais.

Além do interesse pelo assunto, que deixou o Plenarinho da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) lotado nos dois dias, as palestrantes demonstraram profundo conhecimento e domínio sobre o assunto.

E a participação do público rendeu muitos elogios da palestrante Priscilla de Sá, que não poupou adjetivos para resumir o que foi o curso: “[Nós tivemos aqui] Uma turma incrível, muito engajada, consciente, atual e atuante e que está ligada em redes sociais, que já entendeu a importância de estar presente, entendeu que político que não estiver nas redes sociais está fora da política. E está querendo fazer isso de uma maneira organizada, consciente, com um propósito. Senti um terreno muito fértil e em pouco tempo vamos ver o fruto desse conhecimento que já estão aplicando. De ontem para hoje muitos vierem mostrar que colocaram em prática o que nós ensinamos. Então é a nossa satisfação, sentir que o nosso conteúdo transforma e sentir que fomos úteis e estamos fazendo a diferença de alguma maneira é muito gratificante”, resumiu.

Durante quase três horas a jornalista falou sobre a plataforma Instagram, de como produzir conteúdo, dos erros e acertos na hora de se comunicar com o público e qual comportamento os políticos devem ter nas redes sociais. Dicas importantes para quem trabalha com a assessoria parlamentar, mas que também podem ser aproveitadas para quem assessora empresas ou organizações que estão presentes nas redes sociais.

“Não apenas os políticos, mas os profissionais têm de viver aquilo que pregam, viver aquilo que fazem. A missão da gente não é fazer humano, a gente é ser humano. Nosso trabalho tem que fazer parte da nossa missão, temos que nos envolver, respirar e pensar nossa atividade constantemente, com planejamento e muita dedicação”.

Diversificação - Somente neste primeiro semestre, foram mais de 60 horas de cursos nas mais diversas áreas e o objetivo da Escola do Legislativo é diversificar cada vez mais, para atender um público cada vez maior.

“As plataformas digitais são temas muito palpitantes, de interesse de um grande público e já esperávamos o engajamento. A participação das pessoas nos incentiva a trazer novos cursos dessa natureza e ampliar para outras áreas para ofertar mais oportunidade de conhecimento”, afirmou a coordenadora administrativa da Escola do Legislativo, Francis Fontoura.



Carregando galeria do Flickr...

  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep
  • Foto: Dálie Felberg/Alep

Foto: Dálie Felberg/Alep



Notícias mais lidas

Destaques