Site de A a Z ///
Siga-nos:
 

▶ Divulgação ///

23/10/2017 às 17h10 > atualizado em 24/10/2017 às 15h40

Os 72 anos de criação da ONU são destacados na Assembleia Legislativa

Por Rodrigo Rossi

Os 72 anos da criação da Organização das Nações Unidas (ONU) foram marcados pelo pronunciamento do presidente do Corpo Consular do Paraná e cônsul da República Dominicana e da Albânia, Thomas Neves, durante a sessão plenária da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) nesta segunda-feira (23). Ele apresentou um pouco da história do processo de criação da entidade, ainda no início dos anos 1940, no pós-guerra, com o intuito de unificar e promover a paz e o desenvolvimento dos povos e dos países.

“O Brasil sempre foi o primeiro país a falar nas assembleias da ONU, desde 1955, em razão do protagonismo do nosso diplomata e chanceler Oswaldo Aranha, que atuou ativamente e presidiu a primeira sessão especial da assembleia da ONU. Assim a ONU continua trabalhando e defendendo a paz mundial, os direitos humanos e o combate à fome. Esta sessão, neste dia, aqui na Assembleia Legislativa, nos engrandece e ficamos extremamente agradecidos”, afirmou Neves.

A iniciativa de destacar o aniversário de criação da ONU foi do deputado Ney Leprevost (PSD), juntamente com o deputado Felipe Francischini (SD). O deputado Pedro Lupion (DEM) fez a saudação dos visitantes na sessão desta segunda-feira, que contou ainda com a presença de mais de uma dezena de representantes consulares, além de integrantes de Câmaras de Comércio de vários países. “A ONU é uma entidade reconhecida mundialmente e temos muita honra em recebê-los na nossa Casa de Leis”, disse Lupion.

Dia do Cônsul –A passagem do Dia do Cônsul, que no Paraná é comemorado no dia 6 de agosto, conforme Lei estadual nº 18.999/2017, de autoria do deputado Ademar Traiano (PSDB), presidente da Alep, também foi lembrada. Traiano ressaltou a importância da aproximação entre os diferentes povos e do reconhecimento da representação de outros países no Paraná. “Queremos dar as boas-vindas ao Corpo Consular, além de diversos cônsules aqui presentes, e dizer que é fundamental esta relação e temos que estreitar ainda mais os laços entre o Paraná e os outros países, não somente pelas tratativas comerciais e culturais, mas também em razão da irmandade entre os povos”, disse o chefe do Legislativo estadual.

Ouça as entrevistas desta notícia:
Clique aqui para fazer o download do boletim



Notícias mais lidas

Destaques