Site de A a Z ///
Siga-nos:
 

▶ Divulgação ///

03/07/2019 às 11h42

Presidente da CCTES da Assembleia Legislativa do Paraná é recebido por ministro "astronauta" em Brasília

Por Diretoria de Comunicação com assessoria parlamentar

O deputado estadual Emerson Bacil cumpriu agenda na terça-feira (02) em Brasília. O parlamentar, presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (CCTES) da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), foi recebido pelo ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) Marcos Pontes.

“Tenho a missão, ao lado de colegas deputados, de fazer a CCTES avançar, o que significa muito ao Paraná, segundo estado mais inovador do Brasil (dado da FIEC). Não estou medindo esforços para alcançarmos a liderança. Inovação é a chave do desenvolvimento e está ligada a importantes áreas que impactam diretamente no nosso dia a dia: saúde, infraestrutura, agricultura, meio ambiente, são alguns dos exemplos. Vamos em frente!”, declarou Bacil.

O presidente da Comissão convidou o ministro para visitar o Paraná e conhecer de perto iniciativas realizadas na área de inovação.

“Grato pelo convite e pela oportunidade. Tenho certeza de que o estado irá se destacar ainda mais nesse sentido. O Ministério tem um plano, um centro desenhado, estratégico, para o Brasil todo, que deve incluir todas essas possiblidades, produzindo conhecimento, riquezas e melhorando a qualidade de vida das pessoas”, afirmou Pontes.

Primeira reunião no MCTIC - No fim de maio, Emerson Bacil esteve em Brasília para tratar do assunto. Na ocasião, Marcos Pontes estava fora do Brasil. O deputado foi recebido pelo então ministro interino Júlio Semeghini, secretário-executivo do MCTIC. Na reunião foi proposta a realização de um seminário nacional para reunir comissões de Ciência e Tecnologia das Assembleias Legislativas de todo o Brasil, assim como representantes de governos estaduais, especialistas e pesquisadores.

“O Paraná é conhecido por ações inovadoras e pode contribuir. Queremos também ouvir o que tem sido feito em outras localidades, trocar experiências, que podem agregar", disse o parlamentar.

Lei de Inovação - A Lei de Inovação, que estabelece medidas de incentivo à pesquisa e ao desenvolvimento científico tecnológico, será colocada na pauta do evento.

"Muitos estados estão com a legislação defasada, outros sequer a possuem. Precisamos falar sobre isso", declarou Semeghini.

O governo do Paraná realizou até 19 de junho uma consulta pública para a elaboração da Lei, de acordo com as demandas do Estado.

"A iniciativa terá o apoio e a participação do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. É preciso estimular a pesquisa, mas também oferecer a infraestrutura para que benefícios sejam alcançados: novos remédios, vacinas, alimentos e produtos de tecnologia da informação – no último segmento citado, o Paraná se destaca”, finalizou o secretário-executivo do MCTIC.

A data do Seminário Nacional de Inovação no Paraná ainda será definida.