Site de A a Z ///
Siga-nos:
 

▶ Divulgação ///

<< Voltar ///

24/07/2019 - 18h20

Comissões, discursos, debates, votações.... O Parlamento Universitário continua....

Por Cláudia Ribeiro

Depois de dois dias debatendo, emitindo pareceres e votando os projetos de lei na Comissão  de Constituição e Justiça (CCJ), a manhã desta quarta-feira (24) dos deputados-universitários foi de mais trabalho, desta vez nas  Comissões temáticas. Das 76 propostas apresentadas, 38 passaram pelo crivo da Comissão de Constituição e Justiça e avançaram por Comissões como a de Saúde, Educação, Defesa do Consumidor, entre outras. Autores e relatores precisaram convencer os membros para que as propostas continuassem a tramitar. Uma experiência e tanto para Lúcia Braga, que é estudante de economia e fez parte da Comissão de Finanças e Orçamento Público.

(Sonora)

Na Comissão de Educação, a  Proposta de Emenda à Constituição (PEC), apresentada pelo Executivo-universitário, que autoriza o Governo do Estado a cobrar uma mensalidade que varia entre 3% e 8% da renda bruta familiar dos alunos que estudam nas universidades públicas paranaenses, a relatora, Beatriz Brelaz, aluna da faculdade Estácio, estudou a matéria com profundidade e emitiu parecer favorável.

(Sobe sim)

E não faltaram os bate bocas.  Um deles aconteceu na Comissão de Segurança...

(Sobe som))

Durante a tarde, as discussões e votações dos projetos de lei foram em plenário, como parte da simulação do dia a dia de um deputado estadual.  Nesta edição do projeto, os estudantes de 12 instituições de ensino da capital e do interior estão participando.  Os deputados Delegado Recalcati (PSD), Tercílio Turini (PPS), Hussein Bakri (PSD), Galo (PODE) e Tião Medeiros (PTB), passaram por lá. Conversaram com os universitários e responderam a questionamentos. Para Tião Medeiros, que tomou contato com a política, atuando como servidor na Alep, o projeto é o primeiro passo para a formação de novas lideranças políticas no estado.

(Sonora)

Acompanhando tudo para publicar no Blog que mantém com um grupo de amigos, e para compartilhar com os colegas da Uninter, estava a estudante de jornalismo, Milena Batisti Fernandes. Um grupo de acadêmicos de Comunicação também participa da simulação. Milena conta que se impressionou com a estrutura da Assembleia Legislativa.

(Sonora)

 A experiência para a estudante do primeiro período de Direito, Júlia Quintana, neta do ex-deputado Caíto Quintana, está sendo enriquecedora, já que ela quer seguir carreira política.

(sonora)

O que chamou a atenção de Anderson Vera, que começou o Parlamento como suplente e assumiu como titular  nesta quarta,  foram  as limitações que os deputados reais têm ao apresentar um projeto. Ele acha que, antes de criticar os políticos, a população deveria entender como eles atuam.

(Sonora)

Na primeira sessão plenária, foram votados 22 projetos. Alguns apreciados em blocos.  Nesta quinta-feira (25) e sexta (26), mais propostas estarão em debate. Muitas inclusive, viáveis. O que significa que um deputado estadual pode até apresentar a proposta e ela se tornar lei.