Site de A a Z ///
Siga-nos:
 

▶ Divulgação ///

<< Voltar ///

18/07/2019 - 18h10

Discursos inflamados e articulações marcam o primeiro dia do Parlamento Universitário

Por Cláudia Ribeiro

 A quarta legislatura do Parlamento Universitário começou. Foi na tarde desta quinta-feira (18), no Plenário da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). Primeiro, os 54 deputados-universitários e os 21 suplentes foram empossados pelo presidente da Casa, o deputado Ademar Traiano (PSDB) e pelo primeiro secretário Luiz Claudio Romanelli (PSB).

Traiano ressaltou a importância de se formar novas lideranças a partir do projeto. Ele também aconselhou os estudantes.

Sonora)

O 1º secretário, deputado Romanelli acredita que, ao longo do Parlamento, os deputados-universitários vão entender a importância que tem o Poder Legislativo da “vida real” para a sociedade.

(Sonora)

Depois do juramento dos deputados empossados, Traiano saiu de cena: deu lugar ao estudante mais velho, como manda o Regimento Interno, para que ele continuasse os trabalhos de eleição da Mesa Executiva-Universitária e eleição indireta para governador. William da Rocha, o Will, do curso de Ciência Política da Uninter já se articulava para comandar o Poder Legislativo pelos próximos dias.

(sonora)

Não deu certo. Apesar de apertada, a vitória foi da chapa adversária. Foram 29 votos contra 23 e duas abstenções.  O grupo encabeçado por Leon Castellano, do curso de Direito da Universidade Positivo conseguiu apoio da maioria. O presidente da Alep no Parlamento Universitário quer, a partir de agora, abrir o diálogo com a oposição para o trabalho ser produtivo.

(sonora)

A eleição para governador-universitário também teve duas chapas. Venceu Matheus Falasco, também do curso de Direito, mas da UniCuritiba, com 29 votos.  Ele diz que pretende trabalhar em conjunto com o Poder Legislativo para aprovar o maior número possível de projetos. Matheus conta que essa não foi a primeira vez que se inscreveu no projeto e quer fazer a diferença enquanto estiver no cargo mais importante do estado.

(Sonora)

O Parlamento Universitário chega à quarta edição com números impressionantes: mais de 1400 inscritos. 12 universidades e novidades em relação às anteriores, com mais projetos apresentados (e de qualidade), além da participação de universitários do interior do Paraná, que, durante os nove dias do projeto, se transformam em deputados estaduais e vivenciam todas as etapas do processo legislativo. Uma simulação real do que é o dia a dia do Poder Legislativo. O Parlamento Universitário é uma realização da Escola do Legislativo da Assembleia. O diretor da Escola, Dylliardi Alessi aproveita para orientar os agora deputados que se preparem para os debates para que consigam alcançar os objetivos.

(sonora)

A partir desta sexta-feira (19) começa a formação das Comissões temáticas, sendo a da CCJ, Comissão de Constituição e Justiça, no período da manhã. Por ela passam todas as propostas, para que os integrantes definam se elas estão dentro da legalidade, ou seja, se podem ser apreciadas pelo Poder Legislativo. O presidente terá papel importante dentro do Parlamento. Até lá, mais articulações devem acontecer.