Assembleia faz sessão solene para homenagear Batalhão da Polícia Rodoviária

28/03/2014 18h39 | por Sandra C. Pacheco
Prédio da Assembleia Legislativa do Paraná.

Prédio da Assembleia Legislativa do Paraná.Créditos: Nani Gois/Alep (crédito obrigatório)

Prédio da Assembleia Legislativa do Paraná.
A Assembleia Legislativa realizou sessão solene ao final da tarde desta sexta-feira (28) para homenagear o Batalhão de Polícia Militar Rodoviária do Paraná. A iniciativa da solenidade foi do deputado Mauro Moraes (PSDB), presidente da Comissão de Segurança Pública da Casa. Segundo o parlamentar, a intenção é prestar reconhecimento “ao excelente trabalho que a corporação vem realizando no território paranaense, apesar de seu reduzido contingente”.

Moraes destacou seus relevantes serviços à segurança pública, atuando decisivamente para a redução de acidentes em operações conjuntas com outros órgãos federais, estaduais e municipais, ou através de ações educativas e campanhas de prevenção na Escola de Trânsito do DER, com a finalidade de conscientizar crianças da rede estadual de ensino básico. Referiu-se também às operações de repressão ao contrabando e ao tráfico de drogas nas regiões de fronteira e no interior do estado, e à participação na Operação Verão, realizada na região litorânea, sempre com resultados positivos. Participaram do evento, entre outras autoridades, o secretário de Estado da Segurança Pública, Leon Grupenmacher, e o comandante do Batalhão de Polícia Rodoviária, tenente-coronel Daniel dos Santos.

Histórico –
O Batalhão de Polícia Rodoviária da Polícia Militar do Paraná teve origem na antiga Polícia de Estradas, criada no ano de 1946 junto ao Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Em 1951 a unidade recebeu a denominação de Polícia Rodoviária. Constituía-se, então, de um comandante, o capitão Benedito Evangelista dos Santos, e 33 guardas incumbidos de executar o policiamento ostensivo nas rodovias estaduais.

Em 1960, policiais militares passaram a atuar em conjunto com os civis nos quatro postos de fiscalização de tráfego existentes na época: Rondinha, Rincão, Bateias (na Estrada do Cerne) e São João (Estrada da Graciosa). Dois anos depois, por sugestão do major Reinaldo José Machado, o governo resolveu reunir sob uma única direção o destacamento, batizando-o de Corpo de Policiamento Rodoviário, reconhecido pelo Decreto nº 8.999, de 27 de julho de 1962, e previsto como unidade da PM na estrutura da Secretaria de Segurança Pública.

A corporação foi concebida como unidade orgânica da Polícia Militar do Paraná através do Decreto nº 16.316, de 27 de outubro de 1964. O passo seguinte foi sua inclusão no texto constitucional e, em 1968, deu-se a extinção do grupo operacional do DER. Seus componentes foram aproveitados no quadro do Corpo de Policiamento Rodoviário, agora incumbido do policiamento preventivo, ostensivo e repressivo em todas as rodovias estaduais e federais dentro do território paranaense sob a responsabilidade da Polícia Militar.

O desenvolvimento do estado exigiu que o grupamento passasse a dispor de veículos equipados com maca móvel, caixas de primeiros socorros e equipamentos diversos para atendimento aos usuários, identificados pelas novas cores padrão da unidade, preto e amarelo. Em 1976, com a Lei 6774, o Corpo de Policiamento Rodoviário passou a denominar-se Batalhão de Polícia Rodoviária, como unidade especializada subordinada ao Comando de Policiamento do Interior, com área de atuação nas rodovias estaduais e federais conveniadas do Paraná.

Atualmente o batalhão conta com 64 postos de policiamento rodoviário distribuídos em pontos estratégicos por todo o estado do Paraná, abrangendo 12.476 quilômetros de rodovias estaduais e 3.690 quilômetros de rodovias federais delegadas.

Ouça o Podcast relacionado




 

Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação