Audiência Pública debate Políticas Públicas do Café no Paraná

25/06/2018 15h51 | por Assessoria de Imprensa, com colaboração da assessoria parlamentar.
Deputado Schiavinato (PP) é um dos proponentes da audiência pública.

Deputado Schiavinato (PP) é um dos proponentes da audiência pública.Créditos: Sandro Nascimento/Alep

Deputado Schiavinato (PP) é um dos proponentes da audiência pública.

Curso para as copeiras da Alep nesta segunda-feira (25).Créditos: Pedro de Oliveira/Alep

Curso para as copeiras da Alep nesta segunda-feira (25).

O Paraná viu seu status de maior produtor de café se perder com o passar do tempo. Mais recentemente a área cultivada passou de 105,1 mil hectares para 37,3 mil hectares, em onze anos. Pensando nesta redução e, consequentemente, na necessidade de incentivar a cultura, acontece no Plenarinho da Assembleia Legislativa do Paraná, nesta terça-feira (26), a partir das 9 horas, a audiência pública “Políticas Públicas do Café no Paraná”.

O evento atende a proposição dos deputados José Carlos Schiavinato (PP), Pedro Lupion (DEM) e Anibelli Neto (PMDB). O evento contará com a participação de especialistas no plantio do café, representantes das entidades públicas, lideranças dos municípios de grande representatividade na produção e outros interessados.

Temas – Entre outros temas que serão apresentados e debatidos durante a audiência pública estão o “Histórico do Café no Estado do Paraná”, a cargo do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater); a “Viabilidade Financeira do Café”, com exposição da Ocepar e da Cocamar; e a “Proposta de Políticas Públicas para a Cafeicultura no Estado do Paraná”, pela Câmara Setorial do Café.

Preparo do café – Nesta segunda-feira (25), véspera da audiência pública, foi ministrado um curso sobre “Como preparar um bom café”, para capacitação das copeiras da Assembleia Legislativa. O curso teve a participação de Francisco Barbosa Lima, Patrícia Santoro e Denilson Fantin, do Iapar; de Romeu Gair e Nelson Menoli Sobrinho, da Emater; e Lorian Vogt Gair, da Seab.

“O nosso objetivo foi de capacitar as copeiras da Assembleia e mostrar para elas como preparar um café de qualidade. Pesquisas científicas mostram que o café é muito benéfico para a saúde. Por isso, estamos aqui trazendo um pouco mais de informação para estas profissionais”, afirmou o coordenador do projeto Café, da Emater, Cilesio Abel Demoner.

Na opinião da copeira Marilene Nunes de Jesus, a capacitação foi importante. “É bom, porque temos mais conhecimento, saber um pouco mais sobre a história do café, seu modo correto de preparo e os diferentes tipos. Isso faz com que o cheirinho e o sabor do café sejam ainda melhores a partir de agora”.

Vinda de Ibaiti, município do Norte Pioneiro do Paraná, a copeira Terezinha Barão dos Reis lembrou um pouco da sua própria infância na colheita do café. Ela, que desde os 8 anos de idade trabalhou na lavoura com a família, pôde rememorar a sua história de vida no campo. “Quando foram passadas algumas fotos da plantação, da lavoura, lembrei da minha infância e das colheitas do café, da secagem dos grãos. Embora nada seja uma novidade aqui, foi bom viver um pouco sobre isso. O segredo do bom café é repassá-lo várias vezes, até o ponto ficar bom”.

 

Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação