Semana Estadual da Educação Financeira é destacada na Assembleia Legislativa Apresentação de membros da Câmara da Mulher do Conselho Regional de Administração salientou a participação feminina na condução das finanças domésticas.

16/05/2022 16h27 | por Trajano Budola
Apresentação de membros da Câmara da Mulher do Conselho Regional de Administração salientou a participação feminina na condução das finanças domésticas.

Apresentação de membros da Câmara da Mulher do Conselho Regional de Administração salientou a participação feminina na condução das finanças domésticas.Créditos: Dálie Felberg/Alep

Apresentação de membros da Câmara da Mulher do Conselho Regional de Administração salientou a participação feminina na condução das finanças domésticas.

Apresentação de membros da Câmara da Mulher do Conselho Regional de Administração salientou a participação feminina na condução das finanças domésticas.Créditos: Orlando Kissner/Alep

Apresentação de membros da Câmara da Mulher do Conselho Regional de Administração salientou a participação feminina na condução das finanças domésticas.

Apresentação de membros da Câmara da Mulher do Conselho Regional de Administração salientou a participação feminina na condução das finanças domésticas.Créditos: Orlando Kissner/Alep

Apresentação de membros da Câmara da Mulher do Conselho Regional de Administração salientou a participação feminina na condução das finanças domésticas.

Deputado Plauto Miró (União).Créditos: Orlando Kissner/Alep

Deputado Plauto Miró (União).

A Semana Estadual de Educação Financeira, praticada anualmente no período que compreende o dia 20 de maio, foi destacada durante a sessão plenária da Assembleia Legislativa do Paraná na tarde desta segunda-feira (16). O deputado Plauto Miró (União), autor da Lei 20.679/21, convidou duas especialistas em finanças para falar no Plenário sobre a importância de como planejar bem como se deve gastar o dinheiro que se ganha.

“É o primeiro ano em que esta lei está em vigor. É uma instrução muito importante para que todos aprendam sobre algo que nos proporciona uma vida melhor, especialmente em um momento de crise ampla como a que atravessamos. O poder aquisitivo de grande parcela da população caiu, o que torna mais relevante saber como se aplique bem os recursos que recebemos por nosso trabalho”, explicou Plauto.

A coordenadora da Câmara da Mulher do Conselho Regional de Administração (CRA-PR), Joiceli Fabrício, falou aos parlamentares sobre a relação das mulheres com o dinheiro na economia familiar. Segundo ela, a construção da sociedade tirou da mulher alguns direitos que refletiram na liberdade financeira delas. “É preciso que estigmas sejam quebrados”, disse.

“Às vezes ela é profissionalmente bem sucedida, mas no momento em que procura investir seu dinheiro ainda pede conselhos aos companheiros”, explicou. Regilaine Arruda, membro da Câmara da Mulher do CRA-PR, falou da Semana Estadual da Educação Financeira e da importância de iniciativas como esta serem encaradas como políticas públicas permanentes.

Regilaine salientou também a necessidade de as mulheres terem independência sobre as finanças para que se libertem de relações abusivas em suas próprias casas. “Existe um abuso quando as mulheres são dependentes financeiras. Quando elas aprendem a lidar com o próprio dinheiro e não se sentem presas à renda dos maridos, resulta uma liberdade que evita inclusive violências”, falou.

Lei Estadual - A Semana Estadual da Educação Financeira, projeto apresentado pelo deputado Plauto Miró na Assembleia Legislativa do Paraná, tem por objetivo promover ações de educação financeira, a fim de conscientizar os indivíduos sobre a importância do planejamento financeiro, para que desenvolvam uma relação equilibrada com o dinheiro e tomem decisões acertadas sobre finanças e sobre consumo.

A lei cobra ainda que a programação da semana deva ser elaborada pelo Poder Público de acordo com as diretrizes estabelecidas na Estratégia Nacional de Educação Financeira - Enef, ou na política pública federal de promoção de ações de educação financeira que a substituir.

Ainda estabelece que, para a consecução dos objetivos, podem ser celebradas parcerias com órgãos públicos e privados, tais como universidades, associações, cooperativas e demais entidades da sociedade civil.

 

 

 

 

Ouça o Podcast relacionado

Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação