Assembleia faz sessão solene para homenagear médicos veterinários Iniciativa proposta pelo deputado Stephanes Junior (PSB) comemorou a passagem de mais um Dia do Médico Veterinário, em 9 de setembro.

16/09/2016 15h20 | por Sandra C. Pacheco
Sessão Solene homenageia o "Dia Nacional do Médico Veterinário".

Sessão Solene homenageia o "Dia Nacional do Médico Veterinário".Créditos: Pedro de Oliveira/Alep

Sessão Solene homenageia o "Dia Nacional do Médico Veterinário".


Por iniciativa do deputado Stephanes Junior (PSB) a Assembleia Legislativa do Paraná realizou nesta sexta-feira (16) uma sessão solene para marcar a passagem do Dia do Médico Veterinário, comemorado em 9 de setembro. Vinte e dois profissionais da área receberam menção honrosa durante o evento, que contou com a participação do vice-presidente do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e ex-governador Orlando Pessuti (PMDB); do presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV/PR), Eliel de Freitas; e do presidente do Sindicato dos Médicos Veterinários do Paraná, Cezar Amin Pasqualin.

Completaram a composição da Mesa de Honra dos trabalhos o presidente da Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais no Paraná, Stefan René Schwanz; a coordenadora do Curso de Medicina Veterinária da PUC/PR, Claudia Turra Pimpão; a vice-coordenadora do Curso de Medicina Veterinária da UFPR, Carla Forte Maiolino Molento; o coordenador do Curso de Medicina Veterinária da Universidade Tuiuti, Welington Hartmann; a coordenadora do Curso de Medicina Veterinária da Universidade Positivo, Thais Andrade Casagrande; e a coordenadora da Equalis Qualificação Superior, Andrea Barros.

Para o deputado Stephanes Júnior é importante lembrar que esses profissionais, além de zelarem pela saúde dos animais de um modo geral e dedicarem atenção especial aos animais de estimação, “ainda representam um significativo movimento na economia do País quando se trata da importação e exportação de produtos veterinários e similares”. Além de Stephanes, falaram durante a solenidade Cesar Pasqualin, Eliel de Freitas, Stefan Schwanz e Orlando Pessuti.

História – Documentos encontrados no Egito em 1890 descrevem procedimentos de cura de animais praticados há quatro mil anos, indicando diagnósticos, sintomas e tratamento de doenças de diversas espécies. A Medicina Veterinária moderna, com base cientifica, começou a se desenvolver com a criação da primeira escola do mundo para o setor, em Lyon, na França, por iniciativa do hipologista e advogado francês Claude Bougerlat. Ela iniciou seu funcionamento em fevereiro de 1762, com oito alunos.

No Brasil foram criadas em 1910 duas instituições de ensino, a Escola de Veterinária do Exército e a Escola Superior de Medicina Veterinária, ambas na cidade do Rio de Janeiro. Em 1911, em Olinda (PE), a Congregação Beneditina Brasileira do Mosteiro de São Bento sugeriu a criação de uma instituição voltada ao ensino de Ciências Agrárias (Agronomia e Veterinária), inaugurada em 1914. Foi lá que se formou o primeiro médico veterinário do país, Dionysio Meilli. Em 1929 foi diplomada pela Escola Superior de Agricultura e Veterinária do Rio de Janeiro a primeira médica veterinária brasileira, Nair Eugênia Lobo.

A primeira lei a reconhecer e regulamentar a profissão foi o Decreto nº 23.133/1933, assinada pelo então presidente Getúlio Vargas. A partir daí tornou-se obrigatório o registro do diploma para o exercício profissional.

 

Ouça o Podcast relacionado




Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação