Sempre a serviço da comunidade, Luiz Carlos Martins conclui 34 anos de mandatos populares Primeiro mandato do parlamentar foi em 1988, quando se elegeu vereador da capital paranaense.

18/01/2023 10h43 | por Rafael Guareski
Deputado Luiz Carlos Martins (PP).

Deputado Luiz Carlos Martins (PP).Créditos: Orlando Kissner/Alep

Deputado Luiz Carlos Martins (PP).

Um verdadeiro apaixonado pelo rádio e será por lá que a população poderá continuar ouvindo o deputado Luiz Carlos Martins, que depois de oito mandatos consecutivos deixa a Assembleia Legislativa do Paraná.

Paulista, nascido em Bilac, Luiz Carlos Martins viveu a infância e parte da juventude em Birigüi, onde começou no rádio aos 17 anos. Depois de passar por emissoras em Marília, Londrina e São Paulo, estabeleceu-se em Jacarezinho, cidade em que sua carreira radiofônica deslanchou.

Aos 28 anos, mudou-se para a capital paranaense e se popularizou em seus programas matinais com bordões hoje reproduzidos no Brasil inteiro, como “um beijo no coração” e “Oi, Oi Gente Querida”.

Seu primeiro cargo na vida pública foi em 1988, quando elegeu-se vereador da capital com 13.616 votos. Em 1990 foi eleito deputado estadual, reeleito em 1994, 1998, 2002, 2006. Tornou-se suplente na eleição de 2010, assumindo como deputado em 2013. Reeleito deputado estadual novamente em 2014 e 2018.
Em 1995 foi eleito 1º Secretário da Assembleia Legislativa. Em 1997 foi reeleito para novo mandato no mesmo cargo.

Durante todo o período em que esteve como parlamentar, Luiz Carlos Martins concentrou sua atuação na promoção social. “Minha origem e meu trabalho são diretamente ligados com a questão da inclusão social, dos problemas da comunidade, do homem simples, do trabalhador”, lembra o deputado.

Como deputado estadual, Luiz Carlos Martins teve várias leis sancionadas, entre elas a Lei 11.097/95, que proíbe a fabricação, transporte e comercialização de brinquedos assemelhados às armas de fogo; Lei 11.179/95, que estabelece normas para o abate de animais destinados ao consumo; Lei 11.450/96, que institui o "Selo Verde" no Estado do Paraná; Lei 12.242/98, que proíbe a aplicação de tatuagens permanentes em menores de 18 anos de idade sem autorização dos pais ou responsáveis; Lei 19.473/18, que obriga as agências bancárias do Paraná a disponibilizar funcionários para auxiliar idosos e pessoas portadoras de necessidades especiais na utilização dos terminais de autoatendimento durante o horário comercial, além da Lei 19.605/18, que obriga as concessionárias de pedágio no Estado do Paraná a construir, nas rodovias sob as suas respectivas jurisdições, pontos de parada e descanso para os motoristas profissionais, entre várias outras leis. São mais de 90 legislações criadas pelo deputado ou que tiveram sua participação.

Segundo o parlamentar, o momento não é de despedida, isso porque irá continuar seu trabalho de ajuda à comunidade mais carente e necessitada do Paraná. "A vontade do povo é soberana. Sempre encarei minha missão como deputado como um serviço à comunidade. Encerro agora o trabalho como deputado estadual, mas sem despedidas. Isso porque continuo meu trabalho de radialista, que é minha profissão. É no rádio que converso com as pessoas e aprendo todos os dias. É preciso coragem para cumprir um mandato, mas também é preciso humildade para encerrar um ciclo. Só tenho o que agradecer ao povo paranaense" finalizou.

Luiz Carlos Martins está encerrando o mandato da Assembleia, mais não no rádio onde continua apresentado programa na rádio Banda B FM 79.3 (Curitiba e Região Metropolitana).

 

 

 

 

 

 

 

Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação