90% dos casos de intoxicação com crianças pequenas ocorrem dentro de casa e cuidados precisam ser redobrados Bióloga da Secretaria Estadual da Saúde (SESA) falou sobre a frequência dos casos, orientando e explicando as principais formas de envenenamento de crianças pequenas.

21/10/2020 12h05 | por Claudia Ribeiro
A bióloga da Divisão de Vigilância de Zoonoses e Intoxicações da Secretaria Estadual da Saúde, Juliana Cequinel, é a convidada do programa Assembleia Entrevista.

A bióloga da Divisão de Vigilância de Zoonoses e Intoxicações da Secretaria Estadual da Saúde, Juliana Cequinel, é a convidada do programa Assembleia Entrevista.Créditos: Reprodução

A bióloga da Divisão de Vigilância de Zoonoses e Intoxicações da Secretaria Estadual da Saúde, Juliana Cequinel, é a convidada do programa Assembleia Entrevista.

18% dos casos de intoxicações na infância ocorrem no Paraná. E a maior parte acontece dentro de casa.  Por isso, em um período em que as pessoas estão mais dentro de casa, é preciso redobrar os cuidados com os pequenos. Foi para falar desse tema que o programa Assembleia Entrevista, da TV Assembleia, convidou a bióloga da Divisão de Vigilância de Zoonoses e Intoxicações da Secretaria Estadual da Saúde, Juliana Cequinel.

Como os números constatados no estado são altos, a Secretaria lançou a campanha de “Prevenção do Envenenamento Infantil” neste mês de outubro, aproveitando as comemorações do Dia da Criança para fazer o alerta.

Ao longo da entrevista, Juliana explicou que a maior parte dos envenenamentos ocorre dentro de casa e que os medicamentos são os que mais causam intoxicação. “Quase 90% dos casos acontecendo em casa é um sinal de alerta para pais e responsáveis, porque quase metade desses casos é por medicamentos.  Significa que as crianças, que são curiosas por natureza, estão tendo acesso facilitado a eles”, indicou.

A automedicação, a superdosagem e o uso de remédios errados também preocupam os especialistas. “Remédios só devem ser administrados por recomendação médica. Ainda mais, quando se trata de crianças. Já as dosagens e a utilização de forma errônea, muitas vezes, ocorrem por falta de atenção dos pais mesmo. Um frasco errado ou a simples falta de uma leitura na receita ou na bula”.

Produtos de limpeza também estão entre os principais causadores de intoxicação em crianças e pelos mesmos motivos que os medicamentos: acesso fácil e os atrativos das embalagens. “Normalmente, são coloridas, cheirosas. E se estão em um local de fácil alcance, é natural que os pequenos coloquem na boca”, alertou a bióloga. “A orientação é que sejam armazenados em lugares mais altos e, de preferência, em armários trancados”, complementou.

Juliana também orientou que as pessoas não armazenem em casa raticidas ou inseticidas. “São produtos muito tóxicos e que só devem ser armazenados por empresas autorizadas pela vigilância sanitária. E não estou falando apenas dos líquidos. Mas daqueles que são utilizados em tomadas, que podem ser facilmente confundidos com doces ou pastilhas pelas crianças”.

A faixa etária onde se registram mais casos de intoxicação é por volta dos quatro anos de idade. Segundo Juliana Cequinel, isso ocorre justamente pela curiosidade que essa faixa etária tem.  “É a fase da experimentação oral. Ou seja, é quando os pequenos querem levar tudo à boca”.

Plantas também podem causar intoxicação - Nas residências que ficam no meio rural, por exemplo, o cuidado é com os agrotóxicos. Inclusive com pulverização de lavouras. Nas cidades, cosméticos e produtos de higiene pessoal também podem representar perigos para os pequenos. E as plantas? Até elas, quem diria, podem ser ameaças em caso de envenenamento. “Muitas plantas ornamentais têm compostos tóxicos. Por exemplo, a Comigo-Ninguém-Pode, o Antúrio e o Copo-de-Leite que podem não apenas intoxicar por ingestão, mas pelo toque na pele, no olho”, diz Juliana.  As atenções devem estar voltadas para os sintomas, que vão de uma irritação às náuseas, vômitos e até convulsões. “Nesse caso, nós orientamos que os pais levem imediatamente as crianças para atendimento médico e se possível levar as embalagens dos produtos ingeridos para que a conduta médica seja mais assertiva”, concluiu.

Também é possível ser orientado pelo telefone do Centro de Controle de Envenenamento: 0800-410148, a qualquer hora do dia ou da noite. O atendimento funciona 24 horas.

O programa Assembleia Entrevista com a bióloga da Divisão de Vigilância de Zoonoses e Intoxicações da Secretaria Estadual da Saúde, Juliana Cequinel, vai ao ar pela TV Assembleia nesta quinta-feira (22), canal aberto 10.2 e 16 pela Claro/Net, e canal do Youtube, após a transmissão da sessão do Tribunal de Contas que tem início às 14 horas.

Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação
abrir página Fechar Voltar
  • Abatiá
  • Agudos do Sul
  • Almirante Tamandaré
  • Altamira do Paraná
  • Alto Paraíso
  • Alto Paraná
  • Alto Piquiri
  • Alvorado do Sul
  • Amaporã
  • Anahy
  • Andirá
  • Antonina
  • Antônio Olinto
  • Arapongas
  • Arapoti
  • Arapuã
  • Araruna
  • Ariranha do Ivaí
  • Assis Chateaubriand
  • Astorga
  • Atalaia
  • Bandeirantes
  • Barbosa Ferraz
  • Barra do Jacaré
  • Barracão
  • Bela Vista da Caroba
  • Bela Vista do Paraíso
  • Bituruna
  • Boa Esperança
  • Boa Esperança do Iguaçu
  • Boa Ventura do São Roque
  • Boa Vista da Aparecida
  • Bom Jesus do Sul
  • Bom Sucesso do Sul
  • Bom Sucesso
  • Borrazópolis
  • Braganey
  • Brasilândia do Sul
  • Cafeara
  • Cafelândia
  • Califórnia
  • Cambará
  • Cambé
  • Cambira
  • Campina da Lagoa
  • Campina do Simão
  • Campo Bonito
  • Campo Largo
  • Campo Magro
  • Campo Mourão
  • Cândido de Abreu
  • Candói
  • Cantagalo
  • Capanema
  • Capitão Leônidas Marques
  • Carambeí
  • Carlópolis
  • Cascavel
  • Centenário do Sul
  • Cerro Azul
  • Céu Azul
  • Chopinzinho
  • Cianorte
  • Cidade Gaúcha
  • Clevelândia
  • Colorado
  • Congoinhas
  • Conselheiro Mairinck
  • Contenda
  • Corbélia
  • Cornélio Procópio
  • Coronel Domingos Soares
  • Coronel Vivida
  • Corumbataí do Sul
  • Cruz Machado
  • Cruzeiro do Iguaçu
  • Cruzeiro do Oeste
  • Cruzeiro do Sul
  • Cruzmaltina
  • Curiúva
  • Diamante D’Oeste
  • Diamante do Norte
  • Diamante do Sul
  • Dois Vizinhos
  • Douradina
  • Doutor Camargo
  • Doutor Ulysses
  • Enéas Marques
  • Engenheiro Beltrão
  • Espigão Alto do Iguaçu
  • Esperança Nova
  • Farol
  • Faxinal
  • Fazenda Rio Grande
  • Fênix
  • Fernandes Pinheiro
  • Flor da Serra do Sul
  • Floraí
  • Florestópolis
  • Flórida
  • Formosa do Oeste
  • Foz do Iguaçu
  • Foz do Jordão
  • Francisco Alves
  • Francisco Beltrão
  • General Carneiro
  • Godoy Moreira
  • Goioerê
  • Goioxim
  • Grandes Rios
  • Guaíra
  • Guairaçá
  • Guamiranga
  • Guapirama
  • Guaporema
  • Guaraci
  • Guaraniaçu
  • Guarapuava
  • Guaraqueçaba
  • Guaratuba
  • Honório Serpa
  • Ibaiti
  • Ibiporã
  • Icaraíma
  • Iguaraçu
  • Imbaú
  • Imbituva
  • Inácio Martins
  • Inajá
  • Indianópolis
  • Ipiranga
  • Iporã
  • Irati
  • Iretama
  • Itaipulândia
  • Itambaracá
  • Itambé
  • Itapejara D’Oeste
  • Itaperuçu
  • Ivaiporã
  • Ivatuba
  • Jaboti
  • Jacarezinho
  • Jaguariaíva
  • Jandaia do Sul
  • Janiópolis
  • Japira
  • Japurá
  • Jardim Alegre
  • Jataizinho
  • Jesuítas
  • Joaquim Távora
  • Jundiaí do Sul
  • Juranda
  • Jussara
  • Kaloré
  • Lapa
  • Laranjal
  • Laranjeiras do Sul
  • Leópolis
  • Lidianópolis
  • Lindoeste
  • Loanda
  • Lobato
  • Londrina
  • Luiziana
  • Lunardelli
  • Lupionópolis
  • Mallet
  • Mamborê
  • Mandaguari
  • Mandirituba
  • Manfrinópolis
  • Mangueirinha
  • Manoel Ribas
  • Maria Helena
  • Marialva
  • Marilândia do Sul
  • Marilena
  • Mariluz
  • Maringá
  • Mariópolis
  • Maripá
  • Marmeleiro
  • Marquinho
  • Matinhos
  • Mauá da Serra
  • Medianeira
  • Mercedes
  • Mirador
  • Miraselva
  • Moreira Sales
  • Morretes
  • Nossa Senhora das Graças
  • Nova Aurora
  • Nova Cantu
  • Nova Esperança
  • Nova Esperança do Sudoeste
  • Nova Laranjeiras
  • Nova Londrina
  • Nova Olímpia
  • Nova Prata do Iguaçu
  • Nova Santa Bárbara
  • Nova Tebas
  • Novo Itacolomi
  • Ortigueira
  • Ortigueira
  • Ouro Verde do Oeste
  • Pinhais
  • Palmas
  • Palmeira
  • Palmital
  • Paraíso do Norte
  • Paranacity
  • Paranapoema
  • Paranavaí
  • Pato Branco
  • Paula Freitas
  • Paulo Frontin
  • Peabiru
  • Pérola D’Oeste
  • Pérola
  • Pinhal de São Bento
  • Pinhalão
  • Pinhão
  • Pirai do Sul
  • Piraquara
  • Pitanga
  • Ponta Grossa
  • Pontal do Paraná
  • Porecatu
  • Porto Barreiro
  • Porto Vitória
  • Prado Ferreira
  • Pranchita
  • Presidente Castelo Branco
  • Primeiro de Maio
  • Prudentópolis
  • Quarto Centenário
  • Quatiguá
  • Quatro Barras
  • Quedas do Iguaçu
  • Querência do Norte
  • Quinta do Sol
  • Quitandinha
  • Ramilândia
  • Rancho Alegre
  • Realeza
  • Rebouças
  • Renascença
  • Reserva do Iguaçu
  • Ribeirão Claro
  • Ribeirão do Pinhal
  • Rio Azul
  • Rio Bonito do Iguaçu
  • Rio Branco do Ivaí
  • Rio Negro
  • Rolândia
  • Roncador
  • Rondon
  • Sabáudia
  • Salgado Filho
  • Salto do Itararé
  • Salto do Lontra
  • Santa Cecília do Pavão
  • Santa Fé
  • Santa Helena
  • Santa Izabel do Oeste
  • Santa Lúcia
  • Santa Maria do Oeste
  • Santa Mariana
  • Santa Mônica
  • Santa Tereza do Oeste
  • Santa Terezinha de Itaipu
  • Santana do Itararé
  • Santo Antonio do Caiuá
  • Santo Antonio do Paraíso
  • Santo Antônio da Platina
  • Santo Inácio
  • São Carlos do Ivaí
  • São Jerônimo da Serra
  • São João do Caiuá
  • São João do Ivaí
  • São João do Triunfo
  • São João
  • São Jorge D’Oeste
  • São Jorge do Patrocínio
  • São José da Boa Vista
  • São José das Palmeiras
  • São Manoel do Paraná
  • São Mateus do Sul
  • São Pedro do Iguaçu
  • São Pedro do Ivaí
  • São Sebastião da Amoreira
  • São Tomé
  • Sapopema
  • Sarandi
  • Saudade do Iguaçu
  • Sengés
  • Sertaneja
  • Serranópolis do Iguaçu
  • Siqueira Campos
  • Sulina
  • Tamarana
  • Tamboara
  • Tapejara
  • Tapira
  • Teixeira Soares
  • Telêmaco Borba
  • Terra Rica
  • Tibagi
  • Tijucas do Sul
  • Toledo
  • Tomazina
  • Três Barras do Paraná
  • Tunas do Paraná
  • Tuneiras do Oeste
  • Tupãssi
  • Turvo
  • Ubiratã
  • Umuarama
  • União da Vitória
  • Uniflor
  • Uraí
  • Ventania
  • Vera Cruz do Oeste
  • Virmond
  • Wenceslau Braz
  • Xambrê
Assembleia decreta calamidade pública em 329 municípios veja no mapa