Cartilha "Escola Livre de Violência contra as Mulheres" é lançada na Assembleia Legislativa Lançamento foi uma iniciativa da deputada Maria Victoria, autora da Lei nº 18.447/2015, que instituiu a Semana Estadual Maria da Penha nas Escolas.

22/11/2017 14h16 | por Sandra C. Pacheco
Lançamento da cartilha Maria da Penha "Escola Livre de Violência Contra as Mulheres".

Lançamento da cartilha Maria da Penha "Escola Livre de Violência Contra as Mulheres".Créditos: Pedro de Oliveira/Alep

Lançamento da cartilha Maria da Penha "Escola Livre de Violência Contra as Mulheres".

Um ato solene realizado na manhã desta quarta-feira (22) no Salão Nobre da Assembleia Legislativa do Paraná marcou o lançamento da cartilha Escola Livre de Violência Contra as Mulheres, uma iniciativa da deputada Maria Victoria (PP), autora do projeto que resultou na Lei Estadual nº 18.447/2015, instituindo a “Semana Estadual Maria da Penha nas Escolas”. A deputada manifestou seu orgulho pelo que considera um primeiro e importante passo no sentido de criar uma cultura de respeito e paz a partir dos ambientes escolares.

“A sensação é de trabalho feito e bem-sucedido. Trata-se da primeira lei originária de um projeto de minha autoria sancionada pelo governador. É importante a sua regulamentação e a disseminação de informações junto à comunidade escolar, informações que os estudantes poderão levar para casa e compartilhar com suas famílias. Temos que começar de algum lugar, considerando que nem sempre as pessoas têm conhecimento dos seus direitos”, observou. A seu ver, a mudança do quadro que coloca o Paraná como o terceiro estado do País em violência contra as mulheres, depende de um esforço conjunto de Estado e sociedade para mudar. “Acredito que o trabalho junto aos jovens e às crianças possa torná-los conscientes de que a violência contra a mulher é crime sujeito a punições”, acrescentou.

Presentes no evento, a secretária de Estado da Educação, Ana Ceres, e o secretário de Estado da Cultura, João Luiz Fiani, enalteceram os esforços da deputada, indicando que as mudanças de paradigma começam com atitudes aparentemente simples, mas cujos efeitos podem se reproduzir de maneira benéfica, e que a educação e a cultura têm um papel relevante nas transformações pretendidas. Segundo Ana Ceres, o governo busca parceiros para a meta de editar um milhão de cópias da cartilha, elaborada em linguagem simples, leve e direta, para ser distribuídas nas escolas da rede pública estadual. A Itaipu Binacional já se dispôs a ajudar nessa tarefa.

Maria Victoria agradeceu ainda o apoio recebido do presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), do chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni (PSDB), e da chefe do Núcleo de Educação de Maringá, Maria Inês Teixeira Barbosa.

Entre os presentes na solenidade de lançamento da cartilha estavam também alunos do Instituto de Educação do Paraná Professor Erasmo Pilotto.

 

Ouça o Podcast relacionado





Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação