Deputados prorrogam decreto de Estado de Calamidade Pública no Paraná por mais 180 dias Solicitação do Governo do Estado estende a validade do decreto legislativo 1/2020 para 30 de junho de 2021.

16/12/2020 16h53 | por Jaime S. Martins
Estado de Calamidade Pública no Paraná tem vigência até 31 de junho de 2021.

Estado de Calamidade Pública no Paraná tem vigência até 31 de junho de 2021.Créditos: Dálie Felberg/Alep

Estado de Calamidade Pública no Paraná tem vigência até 31 de junho de 2021.

Na última sessão plenária do ano na Assembleia Legislativa do Paraná, os deputados estaduais prorrogaram para 30 de junho de 2021 a validade do Decreto Legislativo 1/2020 que reconheceu o Estado de Calamidade Pública no Paraná.

A alteração ocorreu após uma solicitação do governador Carlos Massa Ratinho Junior, realizada através da mensagem 95 de 15 de dezembro. O Decreto de Calamidade era válido somente até o dia 31 de dezembro de 2020.

O Decreto Legislativo 31/2020 foi aprovado em primeiro turno com 48 votos favoráveis e dois contrários. Já em análise de segundo turno foi aprovado com 47 votos a favor e um contra. Com a dispensa da votação de redação final, a Decreto está apto para ser promulgado pelo presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSDB).

O pedido do governador para a prorrogação do Estado de Calamidade Pública é justificado “em razão da pandemia, reconhecida pela Organização Mundial de Saúde decorrente da COVID-19” e pelo “notório acréscimo no número de infectados pelo Coronavírus, ocasionando a superlotação de hospitais”.

A justificativa do pedido informa ainda que “durante o período de calamidade pública foram celebrados diversos contratos emergenciais, especialmente pela Secretaria de Saúde, sendo imprescindível que continuem sendo mantidos, o que só será possível com a prorrogação do período de calamidade pública”.

O primeiro secretário da Assembleia Legislativa, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), comentou a prorrogação do Estado de Calamidade. “Infelizmente a covid continua muito forte, matando muita gente e adoecendo outras tantas. Temos um grande desafio nos próximos meses, até que possamos ter, como os outros países já têm, acesso a uma vacina segura e eficaz. Esse vai ser o melhor presente para os paranaenses em 2021”, conclui.

O reconhecimento da situação de calamidade pública garante que o Estado fique dispensado do atingimento dos resultados fiscais e da limitação de empenho previstos no art. 9º da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Ouça o Podcast relacionado

Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação