Aprovado título de cidadã honorária do Paraná para Philomena Raffagnin

10/05/2022 17h34 | por Assessoria parlamentar
Deputados aprovam projeto que concede o título de Cidadã do Paraná à senhora Philomena Maria Morello Raffagnin.

Deputados aprovam projeto que concede o título de Cidadã do Paraná à senhora Philomena Maria Morello Raffagnin.Créditos: Arquivo pessoal

Deputados aprovam projeto que concede o título de Cidadã do Paraná à senhora Philomena Maria Morello Raffagnin.

A Assembleia Legislativa do Paraná aprovou, nesta terça-feira (10), em primeira discussão o projeto de lei 1/2022, de autoria do deputado estadual Soldado Fruet (PROS), que concede o Título de Cidadã Honorária do Estado do Paraná à senhora Philomena Maria Morello Raffagnin. Segundo o parlamentar, o objetivo é condecorar esta ilustre guerreira, atualmente com 93 anos de idade, que, junto com o marido Olímpio Raffagnin (in memoriam), fundaram o Grupo Rafain, na cidade de Foz do Iguaçu.

Na justificativa do projeto, Soldado Fruet destacou que “em razão da devoção pelo trabalho e bom atendimento à comunidade protagonizado durante toda a vida por Dona Philomena, o Grupo Rafain se tornou um dos maiores grupos empresariais e empregadores de Foz do Iguaçu, sendo que, nos períodos de maior movimento, as empresas chegaram a ter 1.300 funcionários”. Além de tocar os empreendimentos com maestria, auxiliando o município a se tornar um polo do turismo e boa gastronomia, ela também atuou em projetos sociais.

Philomena Maria Morello Raffagnin nasceu em 9 de janeiro de 1929, em Sananduva, Rio Grande do Sul. Casou-se com Olímpio Raffagnin, com quem teve oito filhos biológicos e dois adotivos. A família chegou ao Paraná em 1955, na cidade de Corbélia. No ano seguinte, foi para Cascavel, onde “Dona Philó” trabalhou no armazém de secos e molhados. Em 1958, Olímpio entrou de sócio na Churrascaria São Cristóvão, em Foz do Iguaçu, e, em 1961, convenceu a mulher a também se mudar para a fronteira para comandar a cozinha. Depois, os Raffagnin abriram a Churrascaria dos Pampas.

A família também atuou no ramo de transporte e retornou ao ramo alimentício em 1967, quando abriu a Churrascaria Rafain. O nome do estabelecimento ficou Rafain, pois Olímpio era mais conhecido assim. Surge a marca Rafain, atualmente Grupo Rafain. Na década seguinte, a família inaugurou o Restaurante Rafain e a Churrascaria Rafain Campestre. Em 1981, foi inaugurado o Rafain Palace Hotel (atual Rafain Palace Hotel & Convention Center), na BR-277, e também foi aberta ao público a Churrascaria Cataratas – que em 2016 foi certificada pelo Guinness Book em reconhecimento ao maior número de danças nacionais apresentadas em um jantar com show.

Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação