Convênio permitirá que a Assembleia Legislativa economize mais de R$ 730 mil em energia elétrica nos próximos anos Legislativo paranaense é pioneiro na iniciativa de contratar fornecimento de energia especial na modalidade varejista. Contrato de mercado livre de energia foi assinado com a Copel nesta terça-feira (1º).

01/12/2020 17h52 | por Kharina Guimarães com assessoria da Copel
O presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano, e o primeiro secretário, deputado Luiz Claudio Romanelli, durante assinatura de convênio com a Copel que irá gerar economia aos cofres do Legislativo.

O presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano, e o primeiro secretário, deputado Luiz Claudio Romanelli, durante assinatura de convênio com a Copel que irá gerar economia aos cofres do Legislativo.Créditos: Daniel Cavalheiro/Copel

O presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano, e o primeiro secretário, deputado Luiz Claudio Romanelli, durante assinatura de convênio com a Copel que irá gerar economia aos cofres do Legislativo.

O presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano, e o primeiro secretário, deputado Luiz Claudio Romanelli, durante assinatura de convênio com a Copel que irá gerar economia aos cofres do Legislativo.Créditos: Daniel Cavalheiro/Copel

O presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano, e o primeiro secretário, deputado Luiz Claudio Romanelli, durante assinatura de convênio com a Copel que irá gerar economia aos cofres do Legislativo.

A Assembleia Legislativa do Paraná sai na frente mais uma vez e é a primeira do País a aderir à modalidade de contratação de energia no mercado livre. O acordo com a Copel (Companhia Paranaense de Energia) foi assinado nesta terça-feira (1º) e vai resultar em uma economia que pode ultrapassar R$ 730 mil em cinco anos.

O presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), avalia que a redução de custos é bastante importante para órgãos públicos, especialmente diante da crise pela qual o País passa. “Num momento de crise profunda, que estamos vivendo, toda e qualquer iniciativa do governante tem que ser na linha de buscar alternativas e soluções que possam, enfim, reduzir drasticamente os custos”, afirmou. A estimativa é que seja economizado entre R$ 570 mil e R$ 730 mil em cinco anos, ou seja, uma economia de até R$ 12 mil por mês na fatura de energia.  

Na simulação apresentada pela Copel, considerando o consumo nos últimos 12 meses, a Assembleia deixaria de gastar R$ 570.599,57 caso a bandeira tarifária permanecesse verde (a mais barata) nos próximos cinco anos. Se a bandeira tarifária fosse a vermelha, a mais cara, a redução de custos com energia chegaria a R$ 737.336,12.

Além da economia, o novo modelo permite a previsibilidade das despesas, já que a compra é feita de forma antecipada. O Poder Legislativo optou pela forma mais simples de participar do Mercado Livre, como consumidor varejista. Desta forma, não precisa ser associada à Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e a Copel Mercado Livre assume todas as obrigações.

Para o primeiro secretário da Assembleia, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), a medida é mais uma preocupação da Mesa Executiva da Assembleia com a boa gestão dos recursos públicos. “Temos feito aqui na Assembleia um programa de redução de despesas e uma das oportunidades que surgiu foi poder, ser a primeira Assembleia do Brasil, a fazer um entendimento da área comercial da Copel para que pudéssemos comercializar energia no mercado livre. Isso vai reduzir a conta de energia da Assembleia em 15% e não ficamos sujeitos às bandeiras tarifárias e ao mesmo tempo irá gerar uma economia. Junto a isso estamos trabalhando em um programa de eficientização de energia para reduzir o valor da nossa conta de luz”, disse Romanelli. “É um conjunto de medidas que temos adotado para poder gastar o absolutamente indispensável e reduzindo as despesas possíveis”, completou.

Assinaram a parceria o presidente da Copel, Daniel Slaviero, o presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano, o diretor da Copel Mercado Livre, Franklin Miguel, e o primeiro secretário da Assembleia, deputado Luiz Claudio Romanelli, além dos diretores da Assembleia, Roberto Costa Curta e Vinícius Augusto Moura Ribeiro da Silva. “Esta migração da Assembleia Legislativa é inovadora, mostra tanto o trabalho de inovação, que é uma característica da própria Alep, quanto o papel da Copel na ajuda e na consultoria para migrar estes clientes”, afirmou o presidente da Copel.  

“O contrato com a Assembleia Legislativa, órgão de importante representatividade no Estado, permite divulgar a marca e o trabalho da Copel Mercado Livre em diversos municípios e empresas do Paraná e ainda contribui com um dos importantes objetivos da Assembleia e do Governo Estadual, que é trabalhar de forma sustentável gerando economia aos paranaenses”, enfatizou o diretor-geral da Copel Mercado Livre, Franklin Miguel.  

Mercado Livre - A modalidade da contratação de energia no Mercado Livre permite que grandes consumidores possam escolher o seu fornecedor de energia. Ao deixar de ter exclusividade com a distribuidora em operação no estado, os clientes passam a ter a possibilidade de negociar preço, período do contrato, quantidade de energia contratada e prazos para pagamento. Além disso, a modalidade permite a escolha de fornecedores que trabalham com energias renováveis. O mercado livre de energia representa 33% do consumo nacional e 86% da energia consumida pela indústria. No Paraná, 37% do consumo é negociado no mercado livre.

A Copel foi pioneira no Mercado Livre ao criar uma comercializadora de energia e a primeira a vender energia para consumidores livre, quando da criação do Mercado Livre no Brasil, em 1995. Hoje já é a 5ª maior do País em volume de energia comercializada no Mercado Livre.

A Copel Mercado Livre foi criada em 2016 para oferecer mais economia e tranquilidade para clientes de todas as regiões do Brasil. A Copel Mercado Livre hoje tem cerca de 800 consumidores, em 14 Estados brasileiros e volume médio comercializado de 1.300 MW.

 

Ouça o Podcast relacionado

Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação