Braço da Nova Ferroeste vai passar pelo Sudoeste do Paraná Trecho sairá de Cascavel até Chapecó, em Santa Catarina.

21/06/2022 14h47 | por Assessoria parlamentar
Deputado Reichembach (PSD).

Deputado Reichembach (PSD).Créditos: Orlando Kissner/Alep

Deputado Reichembach (PSD).

Na terça-feira (21), foi lançado no Palácio Iguaçu o edital de consulta pública da Nova Ferroeste, ferrovia que sairá de Maracaju, no Mato Grosso do Sul, até o Porto de Paranaguá, um investimento total de R$ 35,8 bilhões. A novidade fica por conta do braço da obra que vai de Cascavel até Chapecó, no oeste de Santa Catarina, passando pelo Sudoeste do Paraná.
 
Em maio, o deputado Reichembach (PSD) levantou a necessidade de a Nova Ferroeste também contemplar a região de Francisco Beltrão. “Essa obra é fundamental para o Sudoeste, já que trará mais infraestrutura, mais desenvolvimento econômico e mais empregos, e todos sairão ganhando”, ressalta.
 
A Nova Ferroeste será o 2º maior corredor de exportação do Brasil, e deve gerar mais de 370 mil empregos diretos e indiretos.
 
OBRA – O investidor privado que arrematar a ferrovia será responsável pela construção do trecho completo, de 1.567 quilômetros, incluindo os ramais entre Foz do Iguaçu/Cascavel, Chapecó/Cascavel e Dourados/Maracaju. A obra deve começar pelo trecho entre Cascavel e Paranaguá.
 
“Os ramais têm previsão de construção após a entrega do trecho Cascavel/Paranaguá porque são os captadores de carga e responsáveis por deixar o projeto de pé. É ali que está o gargalo do fluxo ferroviário”, explicou o coordenador do Plano Ferroviário do Paraná, Luiz Fagundes.

Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação