Deputados exigem menor tarifa e obras no início de contrato para a região de São Mateus do Sul e Lapa Cobranças foram feitas durante a 15ª reunião da Frente Parlamentar sobre o Pedágio, que debateu a nova modelagem proposta pelo Governo Federal e as demandas da região.

13/05/2021 16h50 | por Eduardo Santana
15ª reunião da Frente Parlamentar sobre o Pedágio debateu a nova modelagem proposta pelo Governo Federal e as demandas da região da Lapa e São Mateus do Sul.

15ª reunião da Frente Parlamentar sobre o Pedágio debateu a nova modelagem proposta pelo Governo Federal e as demandas da região da Lapa e São Mateus do Sul.Créditos: Dálie Felberg/Alep

15ª reunião da Frente Parlamentar sobre o Pedágio debateu a nova modelagem proposta pelo Governo Federal e as demandas da região da Lapa e São Mateus do Sul.

15ª reunião da Frente Parlamentar sobre o Pedágio debateu a nova modelagem proposta pelo Governo Federal e as demandas da região da Lapa e São Mateus do Sul.Créditos: Dálie Felberg/Alep

15ª reunião da Frente Parlamentar sobre o Pedágio debateu a nova modelagem proposta pelo Governo Federal e as demandas da região da Lapa e São Mateus do Sul.

15ª reunião da Frente Parlamentar sobre o Pedágio debateu a nova modelagem proposta pelo Governo Federal e as demandas da região da Lapa e São Mateus do Sul.Créditos: Dálie Felberg/Alep

15ª reunião da Frente Parlamentar sobre o Pedágio debateu a nova modelagem proposta pelo Governo Federal e as demandas da região da Lapa e São Mateus do Sul.

15ª reunião da Frente Parlamentar sobre o Pedágio debateu a nova modelagem proposta pelo Governo Federal e as demandas da região da Lapa e São Mateus do Sul.Créditos: Dálie Felberg/Alep

15ª reunião da Frente Parlamentar sobre o Pedágio debateu a nova modelagem proposta pelo Governo Federal e as demandas da região da Lapa e São Mateus do Sul.

15ª reunião da Frente Parlamentar sobre o Pedágio debateu a nova modelagem proposta pelo Governo Federal e as demandas da região da Lapa e São Mateus do Sul.Créditos: Dálie Felberg/Alep

15ª reunião da Frente Parlamentar sobre o Pedágio debateu a nova modelagem proposta pelo Governo Federal e as demandas da região da Lapa e São Mateus do Sul.

15ª reunião da Frente Parlamentar sobre o Pedágio debateu a nova modelagem proposta pelo Governo Federal e as demandas da região da Lapa e São Mateus do Sul.Créditos: Dálie Felberg/Alep

15ª reunião da Frente Parlamentar sobre o Pedágio debateu a nova modelagem proposta pelo Governo Federal e as demandas da região da Lapa e São Mateus do Sul.

Deputados estaduais reforçaram, durante a 15ª reunião da Frente Parlamentar sobre o Pedágio da Assembleia Legislativa do Paraná, realizada nesta quinta-feira (13) de modo remoto para discutir a região da Lapa e São Mateus do Sul, o posicionamento em prol de um novo modelo de concessão de estradas com menor tarifa e a realização de obras no início do contrato. De acordo com os parlamentares que participaram do encontro, as demandas exigidas pelas lideranças locais não permitem que seja implementado o modelo proposto pelo Governo Federal, que prevê cobrança de outorga e degrau tarifário.  

“O Governo do Estado está contando os minutos para acabar esse pedágio no Paraná. É vergonhoso. O governador Ratinho Junior já tomou sua decisão e vai trabalhar para a menor tarifa e com a execução de obras no início do contrato. O Paraná não vai abrir mão dessa premissa amparado pela opinião da população e pela posição desta Assembleia Legislativa. Estamos que estra atentos e vigilantes. Essa questão do pedágio é perigosa e precisamos estar juntos”, afirmou o líder do Governo na Assembleia, deputado Hussein Bakri (PSD).  

Para o deputado Emerson Bacil (PSL), toda a região não suporta mais as más condições das estradas, mesmo com a cobrança das tarifas de pedágio “O trecho entre Araucária e a Lapa tinha previsão de duplicação dos 45 quilômetros de rodovia e não completaram essa obra. A região está indignada. Queremos menor preço e mais obras em um curto espaço de tempo. E temos aí as mesmas empresas que vão participar dessas novas concessões. Por isso apresentei um projeto de lei complementar que faz com que as concessões das rodovias estaduais sejam realizadas por meio de pedágio público”, disse 

“O paranaense, seja ele trabalhador ou empresário, não defende esse modelo proposto. O que está vindo, é igual ou até mesmo pior. As estradas da região ainda estão ruins. Aumenta o preço e cresce o número de praças de pedágios. O morador da Lapa paga o preço porque o município é territorialmente grande e ele paga para andar dentro do próprio município. Isso o novo modelo não prevê. Isso compromete a competitividade da região e do estado do Paraná”, complementou o deputado Michele Caputo (PSDB).  

O deputado Tadeu Veneri (PT) também ressaltou a situação dos moradores da Lapa e cobrou maior participação da bancada paranaense no Congresso Federal. “A Lapa e toda a região hoje vive um novo cerco, pois está isolada e vai continuar assim pelo novo modelo de pedágio proposto. Temos rodovias que sempre estão em obras e continuam péssimas. Hoje existe uma grande unidade política e empresarial em prol de um pedágio mais justo, mas ainda precisamos de mais atuação dos senadores Álvaro Dias e Oriovisto Guimarães, e dos demais deputados federais”, relatou.  

Unidade - Os deputados Anibelli Neto (MDB) e Plauto Miró Guimarães (DEM) também defenderam mais unidade de setores políticos do estado em prol de um modelo de pedágio mais justo no Paraná.  “O Governo Federal quer enfiar goela abaixo um modelo que toda a sociedade paranaense se posicionou contra. Acredito que o governador, que tem acesso ao presidente do Brasil, tem que comunicar que o Paraná não aceita de jeito nenhum esse novo contrato”, exigiu Anibelli. “Essa situação atual do pedágio se tornou inviável. Não podemos errar novamente. Eu defendo a licitação pelo menor preço e espero que o Governo do Estado, que tem uma parcela grande de rodovias nessa nova concessão, mantenha o discurso da menor tarifa”, completou Plauto.  

“Temos a oportunidade de implementar um outro modelo no estado. Mas o Governo Federal ainda não respondeu se vai atender todas as demandas que o Paraná apresentou para o novo modelo de pedágio. Precisamos impedir que esse absurdo continue”, alertou o deputado Professor Lemos (PT). “O pedágio é uma porteira de retrocesso para muitas regiões do estado. Não podemos permitir que essas empresas continuem atuando no estado. Precisamos de um posicionamento claro, porque o final do contrato das concessões está próximo e queremos saber o que vai acontecer”, ressaltou o deputado Soldado Fruet (PROS).  

De acordo com o deputado Subtenente Everton (PSL), é preciso que o novo modelo de pedágio contemple as obras de duplicação e de melhorias não realizadas pelas concessionárias. “Infelizmente as concessionárias conseguem aumentar suas tarifas junto ao Judiciário. Esse mesmo Poder Judiciário, que libera o aumento da tarifa, não cobra o cumprimento do contrato. As obras inacabadas precisam ser feitas e não podem ser cobradas no próximo contrato”, disse. 

“A Assembleia conseguiu uma convergência de toda a sociedade em relação ao pedágio. Uma das melhores políticas sociais que existem é uma estrada e a região Sul não pode ser esquecida nesse novo modelo de pedágio. Temos que dizer com todas as letras, em todos os sons: menor tarifa, sem outorga, sem degrau tarifário e obras já no início dos contratos", concluiu o senador Flávio Arns (PODE).  

 

Leia também: Nova modelagem de pedágio mantém preço de tarifas na região da Lapa

Ouça o Podcast relacionado

 

Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação
abrir página Fechar Voltar
  • Abatiá
  • Agudos do Sul
  • Almirante Tamandaré
  • Altamira do Paraná
  • Alto Paraíso
  • Alto Paraná
  • Alto Piquiri
  • Alvorado do Sul
  • Amaporã
  • Anahy
  • Andirá
  • Antonina
  • Antônio Olinto
  • Arapongas
  • Arapoti
  • Arapuã
  • Araruna
  • Ariranha do Ivaí
  • Assis Chateaubriand
  • Astorga
  • Atalaia
  • Bandeirantes
  • Barbosa Ferraz
  • Barra do Jacaré
  • Barracão
  • Bela Vista da Caroba
  • Bela Vista do Paraíso
  • Bituruna
  • Boa Esperança
  • Boa Esperança do Iguaçu
  • Boa Ventura do São Roque
  • Boa Vista da Aparecida
  • Bom Jesus do Sul
  • Bom Sucesso do Sul
  • Bom Sucesso
  • Borrazópolis
  • Braganey
  • Brasilândia do Sul
  • Cafeara
  • Cafelândia
  • Califórnia
  • Cambará
  • Cambé
  • Cambira
  • Campina da Lagoa
  • Campina do Simão
  • Campo Bonito
  • Campo Largo
  • Campo Magro
  • Campo Mourão
  • Cândido de Abreu
  • Candói
  • Cantagalo
  • Capanema
  • Capitão Leônidas Marques
  • Carambeí
  • Carlópolis
  • Cascavel
  • Centenário do Sul
  • Cerro Azul
  • Céu Azul
  • Chopinzinho
  • Cianorte
  • Cidade Gaúcha
  • Clevelândia
  • Colorado
  • Congoinhas
  • Conselheiro Mairinck
  • Contenda
  • Corbélia
  • Cornélio Procópio
  • Coronel Domingos Soares
  • Coronel Vivida
  • Corumbataí do Sul
  • Cruz Machado
  • Cruzeiro do Iguaçu
  • Cruzeiro do Oeste
  • Cruzeiro do Sul
  • Cruzmaltina
  • Curiúva
  • Diamante D’Oeste
  • Diamante do Norte
  • Diamante do Sul
  • Dois Vizinhos
  • Douradina
  • Doutor Camargo
  • Doutor Ulysses
  • Enéas Marques
  • Engenheiro Beltrão
  • Espigão Alto do Iguaçu
  • Esperança Nova
  • Farol
  • Faxinal
  • Fazenda Rio Grande
  • Fênix
  • Fernandes Pinheiro
  • Flor da Serra do Sul
  • Floraí
  • Florestópolis
  • Flórida
  • Formosa do Oeste
  • Foz do Iguaçu
  • Foz do Jordão
  • Francisco Alves
  • Francisco Beltrão
  • General Carneiro
  • Godoy Moreira
  • Goioerê
  • Goioxim
  • Grandes Rios
  • Guaíra
  • Guairaçá
  • Guamiranga
  • Guapirama
  • Guaporema
  • Guaraci
  • Guaraniaçu
  • Guarapuava
  • Guaraqueçaba
  • Guaratuba
  • Honório Serpa
  • Ibaiti
  • Ibiporã
  • Icaraíma
  • Iguaraçu
  • Imbaú
  • Imbituva
  • Inácio Martins
  • Inajá
  • Indianópolis
  • Ipiranga
  • Iporã
  • Irati
  • Iretama
  • Itaguajé
  • Itaipulândia
  • Itambaracá
  • Itambé
  • Itapejara D’Oeste
  • Itaperuçu
  • Ivaiporã
  • Ivatuba
  • Jaboti
  • Jacarezinho
  • Jaguariaíva
  • Jandaia do Sul
  • Janiópolis
  • Japira
  • Japurá
  • Jardim Alegre
  • Jataizinho
  • Jesuítas
  • Joaquim Távora
  • Jundiaí do Sul
  • Juranda
  • Jussara
  • Kaloré
  • Lapa
  • Laranjal
  • Laranjeiras do Sul
  • Leópolis
  • Lidianópolis
  • Lindoeste
  • Loanda
  • Lobato
  • Londrina
  • Luiziana
  • Lunardelli
  • Lupionópolis
  • Mallet
  • Mamborê
  • Mandaguari
  • Mandirituba
  • Manfrinópolis
  • Mangueirinha
  • Manoel Ribas
  • Maria Helena
  • Marialva
  • Marilândia do Sul
  • Marilena
  • Mariluz
  • Maringá
  • Mariópolis
  • Maripá
  • Marmeleiro
  • Marquinho
  • Matinhos
  • Mauá da Serra
  • Medianeira
  • Mercedes
  • Mirador
  • Miraselva
  • Moreira Sales
  • Morretes
  • Nossa Senhora das Graças
  • Nova Aurora
  • Nova Cantu
  • Nova Esperança
  • Nova Esperança do Sudoeste
  • Nova Laranjeiras
  • Nova Londrina
  • Nova Olímpia
  • Nova Prata do Iguaçu
  • Nova Santa Bárbara
  • Nova Tebas
  • Novo Itacolomi
  • Ortigueira
  • Ortigueira
  • Ouro Verde do Oeste
  • Pinhais
  • Palmas
  • Palmeira
  • Palmital
  • Paraíso do Norte
  • Paranacity
  • Paranapoema
  • Paranavaí
  • Pato Branco
  • Paula Freitas
  • Paulo Frontin
  • Peabiru
  • Pérola D’Oeste
  • Pérola
  • Pinhal de São Bento
  • Pinhalão
  • Pinhão
  • Pirai do Sul
  • Piraquara
  • Pitanga
  • Ponta Grossa
  • Pontal do Paraná
  • Porecatu
  • Porto Barreiro
  • Porto Vitória
  • Prado Ferreira
  • Pranchita
  • Presidente Castelo Branco
  • Primeiro de Maio
  • Prudentópolis
  • Quarto Centenário
  • Quatiguá
  • Quatro Barras
  • Quedas do Iguaçu
  • Querência do Norte
  • Quinta do Sol
  • Quitandinha
  • Ramilândia
  • Rancho Alegre
  • Realeza
  • Rebouças
  • Renascença
  • Reserva do Iguaçu
  • Ribeirão Claro
  • Ribeirão do Pinhal
  • Rio Azul
  • Rio Bonito do Iguaçu
  • Rio Branco do Ivaí
  • Rio Negro
  • Rolândia
  • Roncador
  • Rondon
  • Sabáudia
  • Salgado Filho
  • Salto do Itararé
  • Salto do Lontra
  • Santa Cecília do Pavão
  • Santa Cruz de Monte Castelo
  • Santa Fé
  • Santa Helena
  • Santa Izabel do Oeste
  • Santa Lúcia
  • Santa Maria do Oeste
  • Santa Mariana
  • Santa Mônica
  • Santa Tereza do Oeste
  • Santa Terezinha de Itaipu
  • Santana do Itararé
  • Santo Antonio do Caiuá
  • Santo Antonio do Paraíso
  • Santo Antônio da Platina
  • Santo Inácio
  • São Carlos do Ivaí
  • São Jerônimo da Serra
  • São João do Caiuá
  • São João do Ivaí
  • São João do Triunfo
  • São João
  • São Jorge D’Oeste
  • São Jorge do Patrocínio
  • São José da Boa Vista
  • São José das Palmeiras
  • São Manoel do Paraná
  • São Mateus do Sul
  • São Pedro do Iguaçu
  • São Pedro do Ivaí
  • São Sebastião da Amoreira
  • São Tomé
  • Sapopema
  • Sarandi
  • Saudade do Iguaçu
  • Sengés
  • Sertaneja
  • Serranópolis do Iguaçu
  • Siqueira Campos
  • Sulina
  • Tamarana
  • Tamboara
  • Tapejara
  • Tapira
  • Teixeira Soares
  • Telêmaco Borba
  • Terra Rica
  • Tibagi
  • Tijucas do Sul
  • Toledo
  • Tomazina
  • Três Barras do Paraná
  • Tunas do Paraná
  • Tuneiras do Oeste
  • Tupãssi
  • Turvo
  • Ubiratã
  • Umuarama
  • União da Vitória
  • Uniflor
  • Uraí
  • Ventania
  • Vera Cruz do Oeste
  • Virmond
  • Wenceslau Braz
  • Xambrê
Assembleia decreta calamidade pública em 331 municípios veja no mapa