Frente Parlamentar debate licenciamento ambiental para empreendimentos hidrelétricos

22/05/2018 16h56 | por Sandra C. Pacheco
Reunião entre a Frente Parlamentar dos Produtores de Enegia Elétrica e o Fórum de Meio Ambiente do Setor Elétrico.

Reunião entre a Frente Parlamentar dos Produtores de Enegia Elétrica e o Fórum de Meio Ambiente do Setor Elétrico.Créditos: Dálie Felberg/Alep

Reunião entre a Frente Parlamentar dos Produtores de Enegia Elétrica e o Fórum de Meio Ambiente do Setor Elétrico.

A Frente Parlamentar dos Produtores de Energia Elétrica reuniu-se na manhã desta terça-feira (22) na Assembleia Legislativa do Paraná com representantes do Fórum de Meio Ambiente do Setor Elétrico (FMASE), para discutir as reivindicações do setor e as possibilidades de flexibilização das leis que regulam a participação da iniciativa privada na área.  Em particular, debateram o projeto de lei de licenciamento ambiental federal nº 3.729/2004, ora tramitando na Câmara Federal.

A reunião foi coordenada pelo deputado Bernardo Ribas Carli (PSDB) e contou também com a participação do vice-presidente da Casa, deputado Guto Silva (PSD). Ambos saudaram os participantes reconhecendo os entraves burocráticos que se apresentam diante daqueles que se propõem a investir em geração de energia a partir de fontes limpas e renováveis.

Carli destacou que a intenção da Frente é desmistificar o setor, demonizado principalmente por quem praticamente não o conhece: “Se não tivermos uma matriz energética bem equacionada, vai faltar energia quando o país voltar a crescer a plenos vapores”, alertou. E Guto Silva, por sua vez, criticou o “Estado grande, pesado e lento, que gera muita burocracia e dificulta os empreendimentos e a geração de empregos”.

Inversão de valores – O presidente do Conselho de Administração da Associação Brasileira de Pequenas Centrais Hidrelétricas e Centrais Geradoras Hidrelétricas (ABRAPCH), Walmor Alves, foi o primeiro a falar. Ele destacou a importância da energia na vida moderna e sua grande demanda por parte dos setores produtivos. Segundo ele, os que se opõem à implantação de PCHs e CGHs ignoram a realidade: “São os pequenos empreendimentos que geram mais empregos por megawatts, que retiram o lixo dos rios onde se instalam, com os seus lagos funcionando como decantadores. A água abaixo de uma PCH é mais oxigenada, as margens dos rios são preservadas, bem como sua flora e fauna”. Para ele, trata-se de mais uma inversão de valores, como se verifica em várias áreas, a que aponta prejuízos para os municípios. Finalmente, pediu mais segurança jurídica para o setor, que justifique e estimule os investimentos.

O vice-presidente do Conselho de Administração da ABRAPCH, Pedro Dias, foi na mesma linha, adiantando que a associação vem trabalhando junto ao Governo do Estado no sentido de demonstrar os benefícios que podem advir da instalação de PCHs e CGHs. As reivindicações do setor deverão compor um documento a ser divulgado brevemente, contemplando pontos como as indenizações das partes afetadas, o preço justo pelas terras, tramitação mais ágil dos licenciamentos. Ele lembrou que nova reunião deve acontecer no dia 28, às 10 horas, no Auditório Legislativo da Assembleia, desta feita com a participação de representantes do Ministério Público, para tratar das consultas públicas e de um projeto de lei estadual em tramitação sobre o assunto.

Também se manifestaram na ocasião Gustavo Ribas, presidente da Associação Paranaense de Geradores de Energia Elétrica (APGE); a diretora de Assuntos Ambientais da ABRAPCH, Gleyse Gulin, sobre os desafios do licenciamento ambiental; e o presidente do Forum de Meio Ambiente do Setor Elétrico (FMASE), Marcelo Moraes, abordando o uso múltiplo das águas e comparando o custo socioambiental das grandes usinas, como Belo Monte, com o dos pequenos empreendimentos hidrelétricos, além de apontar a necessidade de um intenso programa de comunicação para divulgar intensamente o que são e o que representam para o país os empreendimentos hidrelétricos.

Ainda se referiu ao projeto de lei nº 3.729/2004, cujo relatório, de autoria do deputado federal Maurício Quintela, é considerado muito próximo do ideal pelos empresários do ramo. Ao final dos trabalhos, foi lida uma carta da OCEPAR expondo a necessidade de disponibilização de novas centrais geradoras de energia para atender as demandas de um Estado que busca o desenvolvimento.

 

 

Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação
abrir página Fechar Voltar
  • Abatiá
  • Agudos do Sul
  • Almirante Tamandaré
  • Altamira do Paraná
  • Alto Paraíso
  • Alto Paraná
  • Alto Piquiri
  • Alvorado do Sul
  • Amaporã
  • Anahy
  • Andirá
  • Antonina
  • Antônio Olinto
  • Arapongas
  • Arapoti
  • Arapuã
  • Araruna
  • Ariranha do Ivaí
  • Assis Chateaubriand
  • Astorga
  • Atalaia
  • Bandeirantes
  • Barbosa Ferraz
  • Barra do Jacaré
  • Barracão
  • Bela Vista da Caroba
  • Bela Vista do Paraíso
  • Bituruna
  • Boa Esperança
  • Boa Esperança do Iguaçu
  • Boa Ventura do São Roque
  • Boa Vista da Aparecida
  • Bom Jesus do Sul
  • Bom Sucesso do Sul
  • Bom Sucesso
  • Borrazópolis
  • Braganey
  • Brasilândia do Sul
  • Cafeara
  • Cafelândia
  • Califórnia
  • Cambará
  • Cambé
  • Cambira
  • Campina da Lagoa
  • Campina do Simão
  • Campo Bonito
  • Campo Largo
  • Campo Magro
  • Campo Mourão
  • Cândido de Abreu
  • Candói
  • Cantagalo
  • Capanema
  • Capitão Leônidas Marques
  • Carambeí
  • Carlópolis
  • Cascavel
  • Centenário do Sul
  • Cerro Azul
  • Céu Azul
  • Chopinzinho
  • Cianorte
  • Cidade Gaúcha
  • Clevelândia
  • Colorado
  • Congoinhas
  • Conselheiro Mairinck
  • Contenda
  • Corbélia
  • Cornélio Procópio
  • Coronel Domingos Soares
  • Coronel Vivida
  • Corumbataí do Sul
  • Cruz Machado
  • Cruzeiro do Iguaçu
  • Cruzeiro do Oeste
  • Cruzeiro do Sul
  • Cruzmaltina
  • Curiúva
  • Diamante D’Oeste
  • Diamante do Norte
  • Diamante do Sul
  • Dois Vizinhos
  • Douradina
  • Doutor Camargo
  • Doutor Ulysses
  • Enéas Marques
  • Engenheiro Beltrão
  • Espigão Alto do Iguaçu
  • Esperança Nova
  • Farol
  • Faxinal
  • Fazenda Rio Grande
  • Fênix
  • Fernandes Pinheiro
  • Flor da Serra do Sul
  • Floraí
  • Florestópolis
  • Flórida
  • Formosa do Oeste
  • Foz do Iguaçu
  • Foz do Jordão
  • Francisco Alves
  • Francisco Beltrão
  • General Carneiro
  • Godoy Moreira
  • Goioerê
  • Goioxim
  • Grandes Rios
  • Guaíra
  • Guairaçá
  • Guamiranga
  • Guapirama
  • Guaporema
  • Guaraci
  • Guaraniaçu
  • Guarapuava
  • Guaraqueçaba
  • Guaratuba
  • Honório Serpa
  • Ibaiti
  • Ibiporã
  • Icaraíma
  • Iguaraçu
  • Imbaú
  • Imbituva
  • Inácio Martins
  • Inajá
  • Indianópolis
  • Ipiranga
  • Iporã
  • Irati
  • Iretama
  • Itaguajé
  • Itaipulândia
  • Itambaracá
  • Itambé
  • Itapejara D’Oeste
  • Itaperuçu
  • Ivaiporã
  • Ivatuba
  • Jaboti
  • Jacarezinho
  • Jaguariaíva
  • Jandaia do Sul
  • Janiópolis
  • Japira
  • Japurá
  • Jardim Alegre
  • Jataizinho
  • Jesuítas
  • Joaquim Távora
  • Jundiaí do Sul
  • Juranda
  • Jussara
  • Kaloré
  • Lapa
  • Laranjal
  • Laranjeiras do Sul
  • Leópolis
  • Lidianópolis
  • Lindoeste
  • Loanda
  • Lobato
  • Londrina
  • Luiziana
  • Lunardelli
  • Lupionópolis
  • Mallet
  • Mamborê
  • Mandaguari
  • Mandirituba
  • Manfrinópolis
  • Mangueirinha
  • Manoel Ribas
  • Maria Helena
  • Marialva
  • Marilândia do Sul
  • Marilena
  • Mariluz
  • Maringá
  • Mariópolis
  • Maripá
  • Marmeleiro
  • Marquinho
  • Matinhos
  • Mauá da Serra
  • Medianeira
  • Mercedes
  • Mirador
  • Miraselva
  • Moreira Sales
  • Morretes
  • Nossa Senhora das Graças
  • Nova Aurora
  • Nova Cantu
  • Nova Esperança
  • Nova Esperança do Sudoeste
  • Nova Laranjeiras
  • Nova Londrina
  • Nova Olímpia
  • Nova Prata do Iguaçu
  • Nova Santa Bárbara
  • Nova Tebas
  • Novo Itacolomi
  • Ortigueira
  • Ortigueira
  • Ouro Verde do Oeste
  • Pinhais
  • Palmas
  • Palmeira
  • Palmital
  • Paraíso do Norte
  • Paranacity
  • Paranapoema
  • Paranavaí
  • Pato Branco
  • Paula Freitas
  • Paulo Frontin
  • Peabiru
  • Pérola D’Oeste
  • Pérola
  • Pinhal de São Bento
  • Pinhalão
  • Pinhão
  • Pirai do Sul
  • Piraquara
  • Pitanga
  • Ponta Grossa
  • Pontal do Paraná
  • Porecatu
  • Porto Barreiro
  • Porto Vitória
  • Prado Ferreira
  • Pranchita
  • Presidente Castelo Branco
  • Primeiro de Maio
  • Prudentópolis
  • Quarto Centenário
  • Quatiguá
  • Quatro Barras
  • Quedas do Iguaçu
  • Querência do Norte
  • Quinta do Sol
  • Quitandinha
  • Ramilândia
  • Rancho Alegre
  • Realeza
  • Rebouças
  • Renascença
  • Reserva do Iguaçu
  • Ribeirão Claro
  • Ribeirão do Pinhal
  • Rio Azul
  • Rio Bonito do Iguaçu
  • Rio Branco do Ivaí
  • Rio Negro
  • Rolândia
  • Roncador
  • Rondon
  • Sabáudia
  • Salgado Filho
  • Salto do Itararé
  • Salto do Lontra
  • Santa Cecília do Pavão
  • Santa Cruz de Monte Castelo
  • Santa Fé
  • Santa Helena
  • Santa Izabel do Oeste
  • Santa Lúcia
  • Santa Maria do Oeste
  • Santa Mariana
  • Santa Mônica
  • Santa Tereza do Oeste
  • Santa Terezinha de Itaipu
  • Santana do Itararé
  • Santo Antonio do Caiuá
  • Santo Antonio do Paraíso
  • Santo Antônio da Platina
  • Santo Inácio
  • São Carlos do Ivaí
  • São Jerônimo da Serra
  • São João do Caiuá
  • São João do Ivaí
  • São João do Triunfo
  • São João
  • São Jorge D’Oeste
  • São Jorge do Patrocínio
  • São José da Boa Vista
  • São José das Palmeiras
  • São Manoel do Paraná
  • São Mateus do Sul
  • São Pedro do Iguaçu
  • São Pedro do Ivaí
  • São Sebastião da Amoreira
  • São Tomé
  • Sapopema
  • Sarandi
  • Saudade do Iguaçu
  • Sengés
  • Sertaneja
  • Serranópolis do Iguaçu
  • Siqueira Campos
  • Sulina
  • Tamarana
  • Tamboara
  • Tapejara
  • Tapira
  • Teixeira Soares
  • Telêmaco Borba
  • Terra Rica
  • Tibagi
  • Tijucas do Sul
  • Toledo
  • Tomazina
  • Três Barras do Paraná
  • Tunas do Paraná
  • Tuneiras do Oeste
  • Tupãssi
  • Turvo
  • Ubiratã
  • Umuarama
  • União da Vitória
  • Uniflor
  • Uraí
  • Ventania
  • Vera Cruz do Oeste
  • Virmond
  • Wenceslau Braz
  • Xambrê
Assembleia decreta calamidade pública em 331 municípios veja no mapa