Reivindicações dos professores do Ensino Especial são tema de audiência pública na Assembleia

25/11/2013 11h53 | por Nelson Martins
Deputado Rossoni (PSDB).

Deputado Rossoni (PSDB).Créditos: Sandro Nascimento/Alep (crédito obrigatório)

Deputado Rossoni (PSDB).
A Comissão de Educação da Assembleia Legislativa realizou na manhã desta segunda-feira (25), por proposição do deputado Professor Lemos (PT), audiência pública para debater as condições de trabalho dos professores da Educação Especial. O encontro contou com a presença dos deputados Adelino Ribeiro (PSL) e Pastor Edson Praczyk (PRB), respectivamente presidente e integrante da Comissão; de Marlei Fernandes de Carvalho, presidente da AAP Sindicato dos Trabalhadores da Educação Pública do Paraná; e de profissionais da educação especial.

De acordo com Lemos, os professores da educação especial estão recebendo do Governo do Estado tratamento diferenciado em relação aos profissionais que atuam nas escolas de ensino regular. “Entre as principais reivindicações deles estão a implantação da hora atividade e a carga semanal de trabalho, a melhoria do acesso a cursos de atualização e de formação continuada e a retomada do concurso público para suprimento das vagas no setor”, disse.

Segundo Marlei Fernandes, o debate com o Governo está em andamento, mas ressaltou que é importante a participação da Assembleia Legislativa para o avanço das conquistas dos trabalhadores da educação especial. Ela entregou à Comissão de Educação um conjunto de documentos que mostram a evolução das negociações e acrescentou que as reivindicações dizem respeito também aos professores de instituições como as APAES, que atuam na educação especial em convênio com o Governo do Estado.

Adelino Ribeiro lembrou o esforço do Executivo estadual para a melhoria das condições da educação, mas considerou importante a realização da audiência para o avanço das negociações. “Eu sei que há a vontade do Governo do Estado nessa matéria, até pelo investimento feito nesses dois anos e meio de mandato, mas compete a nós não ficarmos de braços cruzados. Não tenho dúvida nenhuma de que as negociações irão avançar e os direitos dos professores serão respeitados”, concluiu. Um dos resultados do encontro foi o início da formação de um grupo de trabalho composto por representantes do Governo do Estado, da APP Sindicato e da Federação que representa das APAES para a continuidade do processo.

Ouça o Podcast relacionado




Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação