Polícias Civil e Militar terão grupo de trabalho com deputados e a Casa Civil para debater demandas da corporação Definição da atuação aconteceu durante reuniões no gabinete da Liderança do Governo na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

15/10/2019 14h37 | por Diretoria de Comunicação com assessoria parlamentar
Grupo de trabalho vai debater demandas das Polícias Civil e Militar

Grupo de trabalho vai debater demandas das Polícias Civil e MilitarCréditos: Euclides Garcia

Grupo de trabalho vai debater demandas das Polícias Civil e Militar

Grupo de trabalho vai debater demandas das Polícias Civil e MilitarCréditos: Euclides Garcia

Grupo de trabalho vai debater demandas das Polícias Civil e Militar

Uma reunião no gabinete da Liderança do Governo na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), na manhã desta terça-feira (15), definiu a criação de um grupo de trabalho para debater pautas específicas da Polícia Civil do Paraná. A ideia é que deputados, a Casa Civil do Governo do Estado e representantes da corporação se reúnam periodicamente a partir dos próximos dias para discutir as necessidades mais urgentes da corporação e formas de solucioná-las para fortalecer a categoria.

“A Polícia Civil tem 166 anos de prestação de um serviço de excelência ao Paraná, que tem contribuído muito para a redução dos índices de criminalidade. O Governo vem investindo em tecnologia no setor, já anunciou um concurso para 400 policiais e, a partir deste grupo de trabalho, debaterá como melhorar as condições de trabalho dos profissionais da corporação”, afirmou o deputado Hussein Bakri (PSD), que é líder do Governo na Assembleia.

No encontro desta terça, estiveram presentes o vice-líder do Governo, deputado Tiago Amaral (PSB); os deputados Delegado Fernando Martins (PSL) e Delegado Recalcatti (PSD); o Delegado-Geral da Polícia Civil, Silvio Rockembach; Luciana de Novaes, Secretária do Sindicato dos Delegados de Polícia do Paraná (Sidepol); Kamil Salmen, Presidente do Sindicato das Classes Policiais Civis do Estado do Paraná (Sinclapol); e Fabio Amaro, Vice-Presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Estado do Paraná (Adepol).

Além da questão salarial, a principal discussão da categoria gira em torno do pouco tempo disponível para que os policiais possam de fato atuar na investigação dos crimes. Isso porque eles precisam realizar diversas outras funções, como agente carcerário, escrivão, transporte de presos, atendimento à população, entre outros.

Polícia Militar – Um grupo também será formado para debater pautas específicas da Polícia Militar do Paraná. “Todos sabem das particularidades dos policiais em comparação aos servidores civis, no estresse por lidar com situações de risco, na sobrecarga de trabalho, no aspecto da hierarquia e progressão na carreira. Esse grupo de trabalho vai poder debater de forma mais direcionada cada um dos pontos que a categoria julga importante para melhorar a prestação da segurança aos mais de 11 milhões de paranaenses”, afirmou o deputado Hussein Bakri.

No encontro estiveram presentes o vice-líder do Governo, deputado Tiago Amaral (PSB); o Subcomandante-Geral da PM, Coronel Antônio Carlos de Morais; o Major José Semmer Neto, Assistente do Comandante-Geral da PM; o Coronel Carlos Eduardo Rodrigues Assunção, Presidente da Associação dos Oficiais Policiais e Bombeiros Militares do Estado do Paraná (Assofepar); e o Tenente-Coronel Renato dos Santos Taborda, Comandante do 27º Batalhão da PM em União da Vitória.

Entre as pautas discutidas e que serão aprofundadas pelo grupo de trabalho estão o vale-alimentação e o auxílio-transporte; a contratação de psicólogos; o maior tempo de descanso; e a redução de prazo para mudança de patente.

Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação