Notícia

Diretora de Comunicação apresenta ações e ferramentas que integram a divulgação parlamentar da Assembleia

19/02/2019 às 11h01 > atualizado em 01/03/2019 às 11h04 Por Kharina Guimarães e Trajano Budola
Diretora de Comunicação da Assembleia, Kátia Chagas, falou sobre o funcionamento do da comunicação institucional / Foto: Dálie Felberg/Alep.

Diretora de Comunicação da Assembleia, Kátia Chagas, falou sobre o funcionamento do da comunicação institucional / Foto: Dálie Felberg/Alep.

Mostrar para a sociedade tudo que acontece na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) é a principal função da Diretoria de Comunicação. O trabalho de comunicação institucional desenvolvido pela equipe de jornalistas, fotógrafos e designers comandada pela diretora Kátia Chagas foi apresentado nesta terça-feira (19) aos assessores de imprensa dos deputados no terceiro módulo do 1º Curso de Gestão Parlamentar promovido pela Escola do Legislativo. Novas ferramentas de tecnologia da informação foram anunciadas para integrar ainda mais a divulgação das atividades parlamentares.

Um vídeo institucional apresentou todo o trabalho desenvolvido pela Diretoria de Comunicação no suporte aos assessores, na produção de conteúdo próprio e no atendimento das demandas dos principais veículos de comunicação. Também foram mostrados os projetos especiais coordenador pela diretoria, como o Geração Atitude, o aplicativo Agora é Lei no Paraná e o Assembleia no Enem. “Hoje nós fizemos um primeiro bate papo, uma aproximação com os assessores de imprensa para explicar como funciona e o que a comunicação tem a oferecer a cada deputado. Mostramos como os assessores podem usar a comunicação para ajudar a divulgar toda a atividade parlamentar”, ressalta Kátia.

Avanços – Os assessores puderam tirar dúvidas sobre as regras para a publicação de conteúdo dos deputados nos meios de comunicação oficiais da Assembleia, sobre o acesso ao Comitê de Imprensa e também sobre a cobertura das sessões em Plenário. A atuação da TV Assembleia no atendimento das demandas dos deputados também esteve em pauta.

A divulgação dos atos praticados pelo Legislativo é uma obrigação constitucional que exige uma atuação integrada entre assessores e a Diretoria de Comunicação. “Os deputados além de buscar fazer suas atividades, seja representando politicamente seus eleitores, seja com os projetos de lei, tem o dever de comunicar. É o princípio da publicidade, que inclusive está esculpido na Constituição da República do Brasil. A administração da Assembleia Legislativa também precisa auxiliar esses assessores a fazer essa publicidade, por isso a importância deles conhecerem a publicidade institucional da Casa que é a principal função da Diretoria de Comunicação”, afirma Dylliardi Alessi, diretor Legislativo e diretor da Escola do Legislativo.

Entre as novidades da Comunicação anunciadas está a utilizando de novas ferramentas tecnológicas para facilitar o acesso a todo o material produzido não apenas para os assessores, mas também de toda a sociedade. “Vamos reformular o site e criar um banco de dados para cada deputado. O deputado terá um banco de dados próprio que terá disponível em um único lugar todas as fotos, notícias, entrevistas e leis. Toda a participação dele dentro da Assembleia estará concentrada nesse banco que estará disponível não apenas para o deputado, mas também para assessores e para toda a população acompanhar de forma individualizada o trabalho do seu deputado”, destacou a diretora de Comunicação.

Parcerias – Assessores parlamentares e de imprensa dos gabinetes dos deputados, além de representantes da comunidade que acompanharam a palestra da diretora de Comunicação da Assembleia, Katia Chagas, destacaram a importância da integração proporcionada pelo curso. Foi o que observou o assessor de imprensa da deputada Maria Victoria (PP), Luigi Poniwass. De acordo com ele, que está na Alep desde 2017, muito do que foi apresentado ainda soa como novidade. “O curso da Escola do Legislativo tem sido interessante para os assessores, exatamente por atualizar as informações de tudo que é oferecido pela Casa aos gabinetes. A questão do mailing, o clipping e as ferramentas que estarão à disposição facilitam muito o nosso trabalho”, afirmou.

O jornalista Jeferson Loureiro, assessor de imprensa do deputado Alexandre Amaro (PRB), está estreando na Alep, acompanhando a primeira legislatura do parlamentar. A possibilidade de contar com a Diretoria de Comunicação e a estrutura que a Casa tem gera, segundo ele, mais segurança ao trabalho que desenvolve e oferece à população. “A comunidade necessita saber o que o deputado está fazendo, e a parceria dá transparência ao Legislativo. Em um momento marcado por fake news é fundamental que a informação oficial seja fortalecida”, frisou.

A jornalista Denise Ortega, do gabinete do deputado Gilberto Ribeiro (PP) também está iniciando como assessora de imprensa na Alep. Ela elogiou a iniciativa do curso que oferece aos servidores informações sobre toda a estrutura e o funcionamento da Assembleia, especialmente em relação a palestra sobre comunicação que mostrou formas que contribuem para melhor divulgar as ações parlamentares. “Este curso está sendo muito esclarecedor, nos mostrando tudo a que temos acesso. O uso dos estúdios de TV, do mailing, rádio e material fotográfico, por exemplo, é muito útil”, afirmou.

Edson Gil Santos Junior, assessor de imprensa da Associação Comercial de Ponta Grossa, está desde a semana passada acompanhando as palestras do Curso de Gestão Parlamentar. Ele diz que o auxílio aos servidores é fundamental para as ações conjuntas da Assembleia. “Eu já trabalhei com o parlamento, fui diretor executivo da Câmara Municipal de Palmeira. Palestras como esta dão condições, principalmente aos novos funcionários, de oferecer um trabalho de mais qualidade ao cidadão”, observou.

Redação – Amanhã (20) acontece o módulo “Redação Oficial”, que será ministrado por Tais Serafim Souza da Costa, e vai tratar de normas oficiais para elaboração de ofícios, requerimentos e proposições legislativas. No dia 26, o debate estará centrado em “Processos de Plenário”, tema apresentado pelo diretor de Assistência ao Plenário (DAP), Juarez Villela Filho. Ele vai falar sobre o funcionamento do Protocolo do Plenário e os procedimentos para a apresentação de expedientes à Mesa. O último módulo do curso ocorrerá no dia 27 e tratará da “Gestão Informacional” – o funcionamento do protocolo interno e do sistema Infolep.

No curso, formado por seis módulos, estão sendo discutidos temas que tratam da tramitação de projetos de lei, as votações em Plenário e a cobertura jornalística institucional. As palestras iniciaram no dia 12 ‪com o tema “Organização e funcionamento da Assembleia Legislativa do Paraná”, ministrado por vários diretores, cada um falando sobre a área em que atua. No dia 13 a programação teve continuidade com uma palestra sobre “Processo Legislativo”, ministrada por Dylliardi Alessi, com foco na tramitação dos projetos de lei pelas comissões temáticas da Casa.

Inscrições – Interessados em participar do 1º Curso de Gestão Parlamentar devem se inscrever através do site na ALEP, no link da Escola do Legislativo (http://www.alep.pr.gov.br/escoladolegislativo/cursos). As vagas são limitadas. Criada pela Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Paraná, em 2015, a Escola do Legislativo tem como objetivo oferecer suporte conceitual de natureza técnico-administrativa às atividades da Casa. Tem ações voltadas para deputados, vereadores, servidores da ALEP, funcionários de câmaras municipais, lideranças comunitárias, entidades e cidadãos interessados em aprofundar conhecimentos sobre o setor público.