Notícia

Escola do Legislativo abre inscrições para o Parlamento Universitário 2019

07/05/2019 às 17h34 Por Vanderson Luiz
O Parlamento Universitário da Assembleia Legislativa do Paraná é destaque nacional, premiado em 2017 pela Abel / Foto: Arquivo/Alep

O Parlamento Universitário da Assembleia Legislativa do Paraná é destaque nacional, premiado em 2017 pela Abel / Foto: Arquivo/Alep

A Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná (ALEP) abriu nesta terça-feira (7), o prazo de inscrição para acadêmicos de dez instituições de ensino superior, interessados em participar da 4ª edição do Parlamento Universitário. A simulação do Parlamento ocorrerá de 18 a 26 de julho. A ficha de inscrição já está disponível no site: www.alep.pr.gov.br/escoladolegislativo/parlamento-universitario.

Mas até lá, há um longo cronograma para ser cumprido. O prazo para garantir participação termina no dia 24 de maio e no período de 5 a 28 de junho, haverá a seleção dos deputados universitários e treinamento nas instituições de Ensino Superior. A divulgação dos escolhidos, tanto titulares quanto suplentes, será no dia 1º de julho.

A partir daí, começa a correr o prazo – até o dia 15 de julho – para que os deputados universitários enviem para a Assembleia suas proposições. No dia 18 de julho será instalado o Parlamento, com definição da Mesa Executiva, Comissões e a definição do calendário dos trabalhos legislativos, que se estende até o dia 26. Estão habilitados a participar alunos das seguintes instituições de ensino superior: Universidade Federal do Paraná (UFPR), Pontifícia Universidade Católica (PUC), Unibrasil, Uninter, Unicuritiba, Opet, Universidade Positivo, Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e Universidade Estadual de Londrina (UEL). As três instituições do interior serão as novidades da edição do Parlamento Universitário.

Modelo – O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano (PSDB), disse nesta manhã (7), ao anunciar a abertura das inscrições, estar ansioso pelo início da 4ª edição do projeto. “O Parlamento Universitário é uma revolução dentro do Poder Legislativo. É um dos principais projetos que criamos aqui na Assembleia Legislativa do Paraná, que já foi premiado nacionalmente, e que hoje tem servido de modelo para outras Assembleias do Brasil, que vêm até nós para conhecer a iniciativa. O Parlamento Universitário torna alunos deputados por uma semana, participando efetivamente de comissões permanentes, elegendo um presidente, um líder de governo, da oposição e o próprio governador, e eles vivenciam na realidade o que é participar do Parlamento”.

Traiano relembrou que logo em sua segunda edição o Parlamento Universitário foi agraciado com o 3º Prêmio Cultural da Associação Brasileira das Escolas do Legislativo e de Contas (Abel), eleito por unanimidade como o melhor projeto educacional desenvolvido por um Legislativo Brasileiro para o público externo. Desde então, diversas entidades legislativas de todo o País buscaram se espelhar no projeto paranaense para incentivar a participação do jovem.

Liderança - O primeiro-secretário da Alep, deputado Luiz Claudio Romanelli, considera o Parlamento Universitário fundamental. “O melhor de tudo é ver o jovem que se inscreve, passa por um processo de seleção para chegar até aqui e depois participa de forma muito ativa durante o funcionamento do Parlamento Universitário. Com isso nós temos uma experiência muito interessante, muito enriquecedora de jovens das mais diversas áreas, que vem aqui participar como se fossem deputados e deputadas e é muito importante o processo de exercício de liderança, de participar das comissões, da elaboração de leis, das dificuldades de fazer o convencimento e de tramitar projetos”.

O deputado relembra depoimentos de jovens que mudaram totalmente a visão sobre o Parlamento depois que participaram do projeto, valorizando o trabalho legislativo e demonstrando mais interesse nas atividades políticas. “Eu já presenciei depoimentos de jovens que mudaram totalmente a visão que têm sobre o trabalho da Assembleia diante das dificuldades que encontraram em realizar o trabalho. Porque passam a entender a dinâmica do parlamento, do trabalho das comissões, das reuniões, dos pareceres. E tudo isso é muito enriquecedor, isso areja o Parlamento. Nós queremos ver a Assembleia Legislativa, que é a Casa do Povo Paranaense, sempre cheia dos seus representes das mais diversas formas. E o Parlamento Universitário é um dos grandes programas que a Assembleia tem de interação”.