Notícia

Público movimenta o segundo dia do Ciclo de Debates de Direito Eleitoral

08/06/2018 às 16h21 > atualizado em 12/06/2018 às 09h46 Por Trajano Budola
Bruno Henrique Borges / Foto: Sandro Nascimento/Alep

Bruno Henrique Borges / Foto: Sandro Nascimento/Alep

Foto: Sandro Nascimento/Alep

Foto: Sandro Nascimento/Alep

Foto: Sandro Nascimento/Alep

Foto: Sandro Nascimento/Alep

Foto: Sandro Nascimento/Alep

Foto: Sandro Nascimento/Alep

O segundo dia de palestras do Ciclo de Debates de Direito Eleitoral promovido pela Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), por meio da Escola do Legislativo, em parceria com a OAB/PR, contou com apresentações das advogadas Jamile Kuntz, com o tema Condutas Vedadas aos Agentes Públicos e Abuso do Poder Econômico; e Carol Cléve, expondo a Compra de Votos, Caixa 2 e Ações Respectivas. A participação do público no evento foi marcante, com perguntas pertinentes aos assuntos que toraram as discussões muito mais amplas.

Servidores do próprio Legislativo, advogados, contadores e estudantes de Direito se envolveram com os temas levantados como uma forma de acrescentar conhecimento às suas carreiras e elucidar dúvidas sobre as normas que serão aplicadas nas campanhas e nas eleições deste ano.  Para o advogado Bruno Henrique Borges, as palestras auxiliam em seu trabalho junto a gestores públicos. “Os conhecimentos que adquiro neste evento me aperfeiçoam em minha atividade”, garantiu. As rápidas mudanças do Direito Eleitoral chamam a atenção do profissional. “A atualização é constante, porque a cada dois anos temos novas eleições, os tribunais publicam novas portarias, os políticos se reúnem e trabalham para se adaptar à legislação. Este evento na Alep mostra o que já foi testado nas eleições municipais de 2016, adiantando que no próximo pleito certamente haverá novas adaptações”, afirmou Bruno.

A contadora Maria Claudiana Barreto participou do Ciclo com interesse especial nas condutas vedadas aos agentes públicos. “A sociedade precisa de informação. Eu, como profissional da área, preciso esclarecer duvidas dos meus clientes. Como tudo muda muito rápido, principalmente na tecnologia, é preciso estar bem atualizado. É uma iniciativa importantíssima da Assembleia abrir este debate com a comunidade”, afirmou.

Para o estudante de Direito José Mario Pereira Hauare, da Unicuritiba, a experiência foi enriquecedora para aprofundamento em temas que normalmente não são abordados em sala de aula. “Para minha vida acadêmica é fundamental. Vimos aqui novos fatos que não discutimos na universidade, um conhecimento extra que falta para nossa formação. A vivência dos assuntos abordados pelas palestrantes é muito importante”, afirmou.

O colega de turma de José Mário, Luiz Henrique Antmann, também se surpreendeu com o conteúdo do ciclo de palestras. “Agradeço pela disponibilização deste evento que consegue acrescentar, de forma gratuita, relações entre Direito Eleitoral e Direito Constitucional, matérias fundamentais para a formação acadêmica dos profissionais de Direito”, explicou.

Escola do Legislativo – Inaugurada em 2015, a Escola do Legislativo é uma iniciativa da atual Mesa Diretora da Assembleia paranaense, presidida pelo deputado Ademar Traiano (PSDB). É parte da política de modernização do Legislativo, valorização de seu corpo funcional e a busca por maior eficiência no serviço público. Desenvolve ações voltadas para os deputados estaduais, vereadores, servidores da Alep, funcionários de câmaras municipais, lideranças comunitárias, entidades e cidadãos interessados em aprofundar conhecimentos sobre o setor público.