Agricultores familiares reivindicam auxílio para certificação de produtos artesanais e ajuda durante crise hídrica Documentos elaborados sobre os pedidos durante reunião na Assembleia serão encaminhados ao governo estadual.

08/06/2021 13h21 | por Thiago Alonso
Reunião do Bloco Parlamentar de Apoio à Agricultura Familiar debateu problemas enfrentados pelo seguimento produtivo no estado.

Reunião do Bloco Parlamentar de Apoio à Agricultura Familiar debateu problemas enfrentados pelo seguimento produtivo no estado.Créditos: Reprodução Zoom.

Reunião do Bloco Parlamentar de Apoio à Agricultura Familiar debateu problemas enfrentados pelo seguimento produtivo no estado.

Dois assuntos estão afligindo produtores rurais familiares de todo o Paraná: a falta de chuvas e a dificuldade de adesão de municípios e produtores ao Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte (SUSAF). O selo permite a certificação para comercialização de produtos vindos da agroindústria familiar, artesanal ou de pequeno porte. Para tratar dos assuntos, o Bloco Parlamentar de Apoio à Agricultura Familiar da Assembleia Legislativa do Paraná promoveu nesta terça-feira (08) um debate para auxiliar os pequenos agricultores. Durante o encontro, que reuniu parlamentares, produtores e representantes do Executivo estadual, dois documentos foram elaborados com as reivindicações do setor. As cartas serão encaminhadas ao Governo do Paraná.

O Bloco, liderado pela deputada Luciana Rafagnin (PT), vem buscando alternativas legais e alterações na legislação para permitir a adequação da produção da agricultura familiar. A deputada informou que vários municípios paranaenses não contam com um Serviço de Inspeção Municipal (SIM) em funcionamento, requisito essencial para a solicitação de adesão ao SUSAF. Por isso, a discussão é importante, salientou. “Realizamos seminários ouvindo agricultores falando sobre como conseguir o SUSAF e os passos para aderir. Por isso elaboramos um documento para encaminhar à Secretaria da Agricultora e do Abastecimento (SEAB) e outros órgãos para ver os problemas apresentados. A partir dessas experiências e conhecimentos, podemos buscar soluções”, disse.

Entre as sugestões apontadas pelo Bloco Parlamentar estão a flexibilização da obrigação da existência de médico veterinário concursado como responsável pelo SIM, permitindo que o mesmo possa ser contratado temporariamente pelas prefeituras; criação de linha de crédito, específica para agroindústrias de pequeno porte e da agricultura familiar para a compra de equipamentos novos e seminovos; padronização dos procedimentos do serviço de inspeção dos municípios, estabelecendo os critérios e especificações a serem seguidos de forma igualitária por todos, baseados em legislações específicas da agroindústria familiar e de pequeno porte; padronização de exigências, requisitos e especificações; apoio e fomento à constituição de consórcios intermunicipais para adesão ao SUSAF-PR; entre outros pontos.

O produtor de queijos Claudemir Roos, de Chopinzinho, relatou a experiência da associação da qual faz parte. Ele disse que, pelos conhecimentos adquiridos pelo grupo, os produtores familiares encontram três dificuldades: o produtor rural não enxerga alternativas no campo, buscando ajuda para obtenção do certificado e não encontrando; além disso, os municípios pequenos têm dificuldades de implantar o SIM, sem profissionais que tenham conhecimento dentro das atividades dos produtores; por fim, o próprio estado estabelece normas que dificultam a adequação de agricultores familiares.

 “Precisamos harmonizar esses três pilares. Muito tem de ser feito. Industrial é apenas um caminho, que não tem nada a ver com o artesanal. Temos de olhar como coisas distintas. O artesanal precisa ser construído com parâmetros legais que tragam a segurança alimentar para o consumidor. Há a necessidade de criação de leis e regras específicas para os alimentos artesanais”, afirmou. 

Natalino Avance de Souza, diretor-presidente do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-Paraná), colocou o órgão à disposição dos trabalhadores da agroindústria. “Reconhecemos o trabalho de fortalecimento da agroindústria, por isso esse tema é muito importante. De um lado, abrimos caminho para gerarmos renda, por outro há a preocupação com toda a segurança alimentar. Se estamos pensando na fiscalização, por outro lado temos de pensar na orientação. Temos de fazer ações concretas, construindo uma linha de apoio aos agricultores”, disse.

Integram também o Bloco Parlamentar os deputados Arilson Chiorato (PT) e Professor Lemos (PT), que participaram do encontro, além dos deputados Tadeu Veneri (PT), Goura (PDT) e Reichembach (PSD). A reunião contou ainda com a participação de dirigentes das associações e cooperativas ligadas à produção de mel, leite e derivados, ovos, embutidos e peixes de todas as regiões do Estado.

Crise hídrica – De acordo com Elizandro Paulo Krajczyk, da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Estado do Paraná (FETRAF-PR), os impactos da estiagem e da crise no abastecimento de água em várias regiões do Estado já representam prejuízos da ordem de 30% a 80%, dependendo da cultura e da época de plantio. Além disso, ocorrem perdas e inviabilização de atividades nas propriedades, que precisam de abastecimento regular. Segundo ele, a produção de hortifrutigranjeiros e a pecuária leiteira estão entre as mais afetadas. “Diante dessa situação, identificamos uma situação de calamidade para muitas famílias do Estado. Por isso elaboramos uma série de pontos para ajudar esta população”, disse.

Entre estes pontos, que estão no documento criado pelo Bloco Parlamentar da Agricultura Familiar, estão a criação de um auxílio emergencial para a garantia de renda e subsistência para 40 mil famílias de agricultores familiares e camponeses, com um valor de um salário mínimo por mês durante seis meses para cada família; implantação de um crédito emergencial na modalidade de custeio, com prazo de pagamento de quatro anos, com juro zero e limite de R$ 20 mil por família; criação de um programa para construção de oito mil cisternas com capacidade de até 300 mil litros para captação, tratamento, armazenagem e distribuição nas propriedades; criação de um programa de irrigação, destinado à produção de alimentos, preferencialmente hortifrúti e atividade leiteira na agricultura familiar; estabelecimento de uma política permanente de subsidio para tarifa rural, afim de subsidiar parcialmente as contas de energia elétrica para a agricultura familiar, entre outros.

 

 

Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação
abrir página Fechar Voltar
  • Abatiá
  • Agudos do Sul
  • Almirante Tamandaré
  • Altamira do Paraná
  • Alto Paraíso
  • Alto Paraná
  • Alto Piquiri
  • Alvorado do Sul
  • Amaporã
  • Anahy
  • Andirá
  • Antonina
  • Antônio Olinto
  • Arapongas
  • Arapoti
  • Arapuã
  • Araruna
  • Ariranha do Ivaí
  • Assis Chateaubriand
  • Astorga
  • Atalaia
  • Bandeirantes
  • Barbosa Ferraz
  • Barra do Jacaré
  • Barracão
  • Bela Vista da Caroba
  • Bela Vista do Paraíso
  • Bituruna
  • Boa Esperança
  • Boa Esperança do Iguaçu
  • Boa Ventura do São Roque
  • Boa Vista da Aparecida
  • Bom Jesus do Sul
  • Bom Sucesso do Sul
  • Bom Sucesso
  • Borrazópolis
  • Braganey
  • Brasilândia do Sul
  • Cafeara
  • Cafelândia
  • Califórnia
  • Cambará
  • Cambé
  • Cambira
  • Campina da Lagoa
  • Campina do Simão
  • Campo Bonito
  • Campo Largo
  • Campo Magro
  • Campo Mourão
  • Cândido de Abreu
  • Candói
  • Cantagalo
  • Capanema
  • Capitão Leônidas Marques
  • Carambeí
  • Carlópolis
  • Cascavel
  • Centenário do Sul
  • Cerro Azul
  • Céu Azul
  • Chopinzinho
  • Cianorte
  • Cidade Gaúcha
  • Clevelândia
  • Colorado
  • Congoinhas
  • Conselheiro Mairinck
  • Contenda
  • Corbélia
  • Cornélio Procópio
  • Coronel Domingos Soares
  • Coronel Vivida
  • Corumbataí do Sul
  • Cruz Machado
  • Cruzeiro do Iguaçu
  • Cruzeiro do Oeste
  • Cruzeiro do Sul
  • Cruzmaltina
  • Curiúva
  • Diamante D’Oeste
  • Diamante do Norte
  • Diamante do Sul
  • Dois Vizinhos
  • Douradina
  • Doutor Camargo
  • Doutor Ulysses
  • Enéas Marques
  • Engenheiro Beltrão
  • Espigão Alto do Iguaçu
  • Esperança Nova
  • Farol
  • Faxinal
  • Fazenda Rio Grande
  • Fênix
  • Fernandes Pinheiro
  • Flor da Serra do Sul
  • Floraí
  • Florestópolis
  • Flórida
  • Formosa do Oeste
  • Foz do Iguaçu
  • Foz do Jordão
  • Francisco Alves
  • Francisco Beltrão
  • General Carneiro
  • Godoy Moreira
  • Goioerê
  • Goioxim
  • Grandes Rios
  • Guaíra
  • Guairaçá
  • Guamiranga
  • Guapirama
  • Guaporema
  • Guaraci
  • Guaraniaçu
  • Guarapuava
  • Guaraqueçaba
  • Guaratuba
  • Honório Serpa
  • Ibaiti
  • Ibiporã
  • Icaraíma
  • Iguaraçu
  • Imbaú
  • Imbituva
  • Inácio Martins
  • Inajá
  • Indianópolis
  • Ipiranga
  • Iporã
  • Irati
  • Iretama
  • Itaguajé
  • Itaipulândia
  • Itambaracá
  • Itambé
  • Itapejara D’Oeste
  • Itaperuçu
  • Ivaiporã
  • Ivatuba
  • Jaboti
  • Jacarezinho
  • Jaguariaíva
  • Jandaia do Sul
  • Janiópolis
  • Japira
  • Japurá
  • Jardim Alegre
  • Jataizinho
  • Jesuítas
  • Joaquim Távora
  • Jundiaí do Sul
  • Juranda
  • Jussara
  • Kaloré
  • Lapa
  • Laranjal
  • Laranjeiras do Sul
  • Leópolis
  • Lidianópolis
  • Lindoeste
  • Loanda
  • Lobato
  • Londrina
  • Luiziana
  • Lunardelli
  • Lupionópolis
  • Mallet
  • Mamborê
  • Mandaguari
  • Mandirituba
  • Manfrinópolis
  • Mangueirinha
  • Manoel Ribas
  • Maria Helena
  • Marialva
  • Marilândia do Sul
  • Marilena
  • Mariluz
  • Maringá
  • Mariópolis
  • Maripá
  • Marmeleiro
  • Marquinho
  • Matinhos
  • Mauá da Serra
  • Medianeira
  • Mercedes
  • Mirador
  • Miraselva
  • Moreira Sales
  • Morretes
  • Nossa Senhora das Graças
  • Nova Aurora
  • Nova Cantu
  • Nova Esperança
  • Nova Esperança do Sudoeste
  • Nova Laranjeiras
  • Nova Londrina
  • Nova Olímpia
  • Nova Prata do Iguaçu
  • Nova Santa Bárbara
  • Nova Tebas
  • Novo Itacolomi
  • Ortigueira
  • Ortigueira
  • Ouro Verde do Oeste
  • Pinhais
  • Palmas
  • Palmeira
  • Palmital
  • Paraíso do Norte
  • Paranacity
  • Paranapoema
  • Paranavaí
  • Pato Branco
  • Paula Freitas
  • Paulo Frontin
  • Peabiru
  • Pérola D’Oeste
  • Pérola
  • Pinhal de São Bento
  • Pinhalão
  • Pinhão
  • Pirai do Sul
  • Piraquara
  • Pitanga
  • Ponta Grossa
  • Pontal do Paraná
  • Porecatu
  • Porto Barreiro
  • Porto Vitória
  • Prado Ferreira
  • Pranchita
  • Presidente Castelo Branco
  • Primeiro de Maio
  • Prudentópolis
  • Quarto Centenário
  • Quatiguá
  • Quatro Barras
  • Quedas do Iguaçu
  • Querência do Norte
  • Quinta do Sol
  • Quitandinha
  • Ramilândia
  • Rancho Alegre
  • Realeza
  • Rebouças
  • Renascença
  • Reserva do Iguaçu
  • Ribeirão Claro
  • Ribeirão do Pinhal
  • Rio Azul
  • Rio Bonito do Iguaçu
  • Rio Branco do Ivaí
  • Rio Negro
  • Rolândia
  • Roncador
  • Rondon
  • Sabáudia
  • Salgado Filho
  • Salto do Itararé
  • Salto do Lontra
  • Santa Cecília do Pavão
  • Santa Cruz de Monte Castelo
  • Santa Fé
  • Santa Helena
  • Santa Izabel do Oeste
  • Santa Lúcia
  • Santa Maria do Oeste
  • Santa Mariana
  • Santa Mônica
  • Santa Tereza do Oeste
  • Santa Terezinha de Itaipu
  • Santana do Itararé
  • Santo Antonio do Caiuá
  • Santo Antonio do Paraíso
  • Santo Antônio da Platina
  • Santo Inácio
  • São Carlos do Ivaí
  • São Jerônimo da Serra
  • São João do Caiuá
  • São João do Ivaí
  • São João do Triunfo
  • São João
  • São Jorge D’Oeste
  • São Jorge do Patrocínio
  • São José da Boa Vista
  • São José das Palmeiras
  • São Manoel do Paraná
  • São Mateus do Sul
  • São Pedro do Iguaçu
  • São Pedro do Ivaí
  • São Sebastião da Amoreira
  • São Tomé
  • Sapopema
  • Sarandi
  • Saudade do Iguaçu
  • Sengés
  • Sertaneja
  • Serranópolis do Iguaçu
  • Siqueira Campos
  • Sulina
  • Tamarana
  • Tamboara
  • Tapejara
  • Tapira
  • Teixeira Soares
  • Telêmaco Borba
  • Terra Rica
  • Tibagi
  • Tijucas do Sul
  • Toledo
  • Tomazina
  • Três Barras do Paraná
  • Tunas do Paraná
  • Tuneiras do Oeste
  • Tupãssi
  • Turvo
  • Ubiratã
  • Umuarama
  • União da Vitória
  • Uniflor
  • Uraí
  • Ventania
  • Vera Cruz do Oeste
  • Virmond
  • Wenceslau Braz
  • Xambrê
Assembleia decreta calamidade pública em 331 municípios veja no mapa