Centro de Tradições Gaúchas Vinte de Setembro é homenageado pela Assembleia Legislativa Os 60 anos de atividade ininterrupta do mais antigo CTG do país receberam menção honrosa do Poder Legislativo proposta pelo deputado Alexandre Amaro (Republicanos).

20/06/2022 20h30 | por Trajano Budola
Sessão solene homenageou o CTG 20 de Setembro.

Sessão solene homenageou o CTG 20 de Setembro.Créditos: Dálie Felberg/Alep

Sessão solene homenageou o CTG 20 de Setembro.

Sessão solene homenageou o CTG 20 de Setembro.Créditos: Dálie Felberg/Alep

Sessão solene homenageou o CTG 20 de Setembro.

Sessão solene homenageou o CTG 20 de Setembro.Créditos: Dálie Felberg/Alep

Sessão solene homenageou o CTG 20 de Setembro.

A Assembleia Legislativa do Paraná homenageou, em uma sessão solene na noite desta segunda-feira (20), os 60 anos do Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Vinte de Setembro, por proposta do deputado Alexandre Amaro (Republicanos). “São pessoas que vieram para o Paraná, mas mantêm suas raízes, sua cultura em um ambiente muito familiar, importante para se entender toda esta tradição”, falou o parlamentar.

Fundado em 1962 em Curitiba, o Vinte de Setembro é o CTG com funcionamento ininterrupto mais antigo fora do estado do Rio Grande do Sul. “A presença do gaúcho no Paraná é muito forte e os gaúchos catarinenses e rio-grandenses de toda a região Sul do Brasil se congregam no Vinte de Setembro”, disse Anderson Rutz, patrão eleito para o biênio 2022/2023.

“Temos nas segundas, quartas e sextas-feiras aulas de dança, aos finais de semana apresentações de fandango. Estão todos convidados”, afirmou o patrão Anderson Rutz. De acordo com ele, receber a menção honrosa da Assembleia Legislativa é um reconhecimento do povo paranaense. “Somos um instrumento social, de difusão cultural do nosso estado e da região Sul do país”, falou.

Homenageado, o ginete de gineteada Rafael Sanfons Ferreira já venceu mais de cem provas de rodeio na montaria do cavalo xucro. Gaúcho de nascimento, ele está há seis anos no Paraná e é membro do CTG Vinte de Setembro. “É uma tradição antiga no Rio Grande do Sul e eu vivo disso. A homenagem é importante para nossa cultura e tradição, algo que levanta o espírito gaúcho no Paraná”, agradeceu o montador.

O evento contou também com apresentação de dança ao som do Quarteto Ymaguaré, sob a regência do maestro Mateus Arruda e dos músicos Marco Dalazuana, Israel Oliveira e Adriano Dallagassa. O deputado Guto Silva (PP) também participou da cerimônia. Fizeram parte da mesa de honra ainda: o vice-patrão do Centro de Tradições Gaúchas Vinte de Setembro, Renato Tadeu Wosniak; o diretor de patrimônio, José Bronhollo; e o diretor cultural, Anderson Malagurti.

Histórico - O Centro de Tradições Gaúchas Vinte de Setembro foi fundado na data que marca o início da Revolução Farroupilha, também conhecida como o Dia do Gaúcho, o 20 de setembro, no bairro do Pinheirinho em Curitiba. As atividades do centro, que é um dos primeiros do país e o mais antigo em funcionamento, nunca foram interrompidas desde 1962.

O CTG obteve destaque em seus 60 anos em rodeios e festivais no Paraná e em outros estados com rica atividade artística, como música e danças tradicionais, danças de salão, concursos individuais de declamação, gaita, canto e provas das campeiras. Na “Semana Farroupilha”, em setembro, o centro promove hasteamento de bandeiras, missa crioula, domingueiras com costela de fogo de chão, boi no rolete e palestras.

O Centro de Tradições Gaúchas Vinte de Setembro trabalha pela manutenção das tradições rio-grandenses e do gaúcho espalhado por várias localidades em todo o mundo. Os costumes são incentivados às novas gerações de acordo com seu estatuto em pró da união familiar, cuidado com os filhos, de amor a terra, hospitalidade e cooperação entre os seus.

Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação