CDN
  • (41) 3350-4233
Cristina Silvestri

A deputada estadual Cristina Silvestri é bacharel em História, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná, e está em seu segundo mandato na Assembleia Legislativa, a mulher mais votada nas últimas eleições no Paraná. Durante este período, participou das principais Comissões Permanentes da Assembleia, incluindo a principal delas, a Comissão de Orçamento, responsável por analisar e aprovar as leis que definem a aplicação dos recursos financeiros do Estado através de programas e obras públicas. Hoje, Cristina Silvestri é Procuradora Especial da Mulher da Assembleia Legislativa do Paraná, com a missão de atuar junto ao Governo do Estado, Poder Judiciário, Ministério Público e entidades da sociedade civil organizada com políticas públicas destinadas a melhorar as condições de vida da Mulher e da Família Paranaense.

O trabalho de Cristina Silvestri tem um forte apelo social. Ela começou sua carreira política como Secretária de Assistência Social no município de Guarapuava, onde implementou programas que abrangiam desde a infância, adolescência, juventude, até os pais, com ênfase para a educação, combate às drogas, cultura, esportes, primeiro emprego e atendimento às gestantes e recém-nascidos. Os idosos também receberam especial atenção.

Cristina Silvestri levou este modelo de atuação para a Assembleia Legislativa. É autora de diversos projetos de lei, entre eles o Botão do Pânico, que tornou o Paraná o primeiro Estado brasileiro a implantar o dispositivo eletrônico como programa de governo em âmbito estadual. Para aperfeiçoar sua proposta, Cristina Silvestri acaba de lançar um novo projeto, que garante emprego para mulheres vítimas de violência e sob proteção judicial. Ações estas para combater o feminícidio e outras formas de crimes, dando condições de segurança e independência para as mulheres, com emprego e renda.

Entre os projetos de Cristina Silvestri, também sancionados e transformados em lei pelo Governo do Estado, encontra-se a instituição de Guarapuava como Capital da Cevada e do Malte do Paraná. Trata-se de um amplo projeto para estimular a economia agroindustrial do Centro do Paraná, a cultura, o folclore e as tradições da população regional, com incentivo para o turismo - uma das indústrias com maior expansão em todo o mundo.

Para o fortalecimento social e econômico da região, a deputada Cristina Silvestri participou ativamente para que o Estado destinasse mais de meio bilhão de reais em investimentos públicos. Obras de infraestrutura há muito esperadas hoje são realidade, com ampliação da rede de água de esgoto, início da duplicação da BR-277 e conclusão da duplicação da PR-466 no trecho urbano de Guarapuava, além da recuperação de rodovias estaduais. Mais recentemente, a deputada participou com a destinação de recursos da construção do Novo Aeroporto Regional de Guarapuava, que liga a região central do Paraná a Campinas, São Paulo, com conexões para todo o mundo.

Na educação, o trabalho de Cristina Silvestri concentrou-se desde a rede básica até a ampliação da Universidade Estadual do Centro-Oeste. A deputada atuou decisivamente para implantação do curso de Medicina na Unicentro. Este curso, por sua vez, tem reflexos em outras grandes obras que contam com o trabalho da parlamentar: a construção do Hospital Regional, do Centro de Especialidades e do Hospital do Câncer. Além das obras físicas destas instituições, a meta é criar uma rede de atenção que assegure atendimento básico aos pacientes e o avanço da pesquisa médica.

Neste sentido, os Hospitais São Vicente de Paulo e Santa Tereza, de Guarapuava, além dos hospitais da região, recebem o apoio e acompanhamento da deputada Cristina Silvestri.

A parlamentar dá sequência a um trabalho iniciado por seu falecido esposo, o saudoso deputado e ex-secretário de Estado Cezar Silvestri. Através de uma emenda parlamentar sua, o Hospital de Caridade São Vicente de Paulo recebeu uma de suas maiore verbas federais para implantação do sistema de atendimento oncológico, que é a base do futuro Hospital do Câncer em Guarapuava.

Atualmente, o trabalho parlamentar de Cristina Silvestri está presente em cinco comissões permanentes da Alep: Comissão de Constituição e Justiça (CCJ); Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural; Comissão de Esporte; Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher e Comissão de Saúde Pública.

Cristina Silvestri é mãe do prefeito de Guarapuava e ex-deputado estadual, Cesar Silvestri Filho, da dentista Tereza Cristina Silvestri Almeida, e avó de quatro netos.

Ela se define uma “deputada municipalista". Por isso, fez do seu gabinete na Assembleia Legislativa uma extensão dos municípios de sua base política, recebendo diariamente prefeitos, vereadores, lideranças políticas, empresariais e comunitárias.

LEIS

BOTÃO DO PÂNICO (LEI 18.868/2016)

O Botão do Pânico, atualmente programa de governo, foi implantado no Paraná através da lei de autoria de Cristina. Com o objetivo proteger mulheres vítimas de violência e que estejam em medida protetiva, o botão foi instalado no Estado de maneira analógica, incialmente, em 15 municípios. Agora, o botão passará a atender mais municípios também de maneira digital, através do aplicativo 190.

LEI DA PESCA ESPORTIVA (19.122/2017)

Voltada para o estímulo ao turismo e à preservação ambiental de diversos municípios banhados pelo Rio Iguaçu. Incluiu o Campeonato Paranaense de Pesca Esportiva no Calendário Oficial de Eventos Turísticos do Paraná.

LEI DO ÓLEO COZINHA (19.260/2017)

Estabelece regras para o descarte e reciclagem de óleos vegetais e animais de uso culinário e seus resíduos.

CAPITAL DA CEVADA E DO MALTE (19.439/2018)

Concedeu o título de Capital Paranaense da Cevada e do Malte a Guarapuava, objetivando o desenvolvimento do turismo. O município tem se destacado há mais de uma década no Paraná, pela maior produção de cevada cervejeira em tonelada de grãos; assim como os melhores índices de cevada por hectare, abastecendo grande parte das cervejarias brasileiras.

MINHA BIKE (LEI 19.722/2018)

Obriga que estabelecimentos comerciais do Paraná emitam, no momento da compra na nota fiscal, o número de série das bicicletas. O objetivo é impedir a

fragilidade do sistema, que até então não dava segurança na compra do produto porque a falta desse registro na nota fiscal impedia a comprovação de propriedade em caso de furto.

PROGRAMA DE COMBATE AO BULLYING (19.775/2018)

Emenda à Lei da Educação no Paraná, instituindo o Programa de Combate ao Bullying nas escolas estaduais com o objetivo de fazer com que a detecção de casos de bullying seja precoce e não após decorridos os traumas.

DIA DE COMBATE AO FEMINICÍDIO (19.873/2019)

Crime com números alarmantes no mundo todo, o feminicídio passou a ter uma data de combate com a lei de autoria de Cristina, agregando ao governo mais uma ferramenta de conscientização. 22 de julho foi o dia escolhido em lembrança a data da morte da advogada guarapuavana Tatiane Spitzner, que acendeu, em todo o Brasil e até em outros países, o debate sobre a violência contra a mulher.

PROIBIÇÃO DA EXPLORAÇÃO DO FRACKING NO PARANÁ (19.878/2019)

A lei, proposta por Cristina junto aos parlamentares Evandro Araújo, Goura e Márcio Pacheco, proibiu em todo o Paraná a exploração do gás de xisto pelo método de fratura hidráulica (fracking). A lei também determina a proibição das demais modalidades de exploração do solo que possam ocasionar contaminações do lençol freático e acidentes ambientais ou ainda prejudicar a saúde.

PREFERÊNCIA DE VAGAS PARA MULHERES SOB MEDIDA PROTETIVA EM CURSOS TÉCNICOS E PROFISSIONALIZANTES DO ESTADO (Aguardando sanção)

Esta Lei objetiva que mulheres em situação de violência e com medidas protetivas possam ter a chance de se capacitar para, através da independência financeira, quebrarem o ciclo da violência. Hoje, muitas mulheres permanecem em relacionamentos de risco justamente por não possuírem condições de se sustentarem ou de sustentarem os filhos.

* (As informações contidas no perfil do deputado são de responsabilidade da assessoria do próprio parlamentar)

Veja mais notícias de Cristina Silvestri
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação