Assembleia Legislativa entrega título de Cidadania ao casal Feliciano Rodrigues e Tereza Rosa de Oliveira Eles são responsáveis pelo Terreiro Pai Tomé e Mãe Rosária, de Curitiba. Solenidade acontece na quinta-feira (30) às 18 horas.

29/06/2022 09h57 | por Assessoria parlamentar
Assembleia Legislativa entrega título de Cidadania para Feliciano Rodrigues e Tereza Rosa de Oliveira.

Assembleia Legislativa entrega título de Cidadania para Feliciano Rodrigues e Tereza Rosa de Oliveira.Créditos: Rafael Bertelli

Assembleia Legislativa entrega título de Cidadania para Feliciano Rodrigues e Tereza Rosa de Oliveira.

Uma celebração histórica será realizada nesta quinta-feira (30), a partir das 18 horas na Assembleia Legislativa do Paraná, quando representantes de diversas religiões vão ocupar o Plenário para participar da Sessão Solene de homenagem e entrega de títulos de Cidadania Honorária ao Seu Feliciano Rodrigues e à Dona Tereza Rosa de Oliveira do Terreiro Pai Tomé e Mãe Rosária de Curitiba.

A iniciativa de conceder os títulos é do deputado estadual Goura (PDT), que protocolou dois projetos de lei e que foram aprovados pela Assembleia. A Sessão Solene será transmitida ao vivo pela TV Assembleia, site e redes sociais do Legislativo.

“Desde 1982, dona Tereza e seu Feliciano prestam auxílio social e espiritual no terreiro Pai Tomé e Mãe Rosária à população de Curitiba e Região Metropolitana (RMC). Como reconhecimento e valorização das religiões de matriz africana no Paraná, propusemos na Assembleia Legislativa o título de Cidadania Honorária a estes dois guardiões”, afirmou Goura.

Goura, a convite do zelador cultural, Adegmar da Silva (Mestre Candiero), visitou o terreiro Pai Tomé e Mãe Rosária em 2021 e conheceu a história de seu Feliciano e dona Tereza.

A partir deste contato, Goura propôs o Projeto de Lei 316/2021, que torna seu Feliciano Rodrigues Cidadão Honorário, e foi aprovado no dia 17 de junho. A Cidadania Honorária à dona Tereza, também proposta pelo deputado, foi aprovada e sancionada como a Lei 20.829/2021, em 30 de novembro de 2021.

“A cerimônia será um ato inter-religioso com intenção de valorizar o respeito a todas as religiões e celebrar a importância do diálogo e da pluralidade. Será um dia de festa e de celebração da liberdade religiosa na Assembleia Legislativa”, afirmou Goura.

História de Pai Tomé e Mãe Rosária

Nascido em São Paulo em 1944, “Pai Tomé” cresceu em uma família kardecista e começou a desenvolver sua mediunidade ainda criança. Em 1973, mudou-se com a esposa Tereza Rosa de Oliveira para a cidade de Paranavaí, no Noroeste do estado, onde conheceram a Umbanda.

O casal contribuiu com atendimentos e benzimentos na comunidade até fundar seu próprio terreiro nos anos 1980. Enfrentaram inúmeras situações de intolerância religiosa, mas seguiram firmes em sua missão.

Em 1982, mudaram-se para Curitiba, no bairro do Abranches, onde desde então prestam um importante serviço de amparo social e espiritual no Terreiro de Umbanda Cabana Pai Tomé e Mãe Rosária.

Instalado em um vale com água corrente e fauna e flora preservadas, este espaço sagrado é muito importante para as tradições culturais de matriz africana. O casal é reconhecido por sua postura ética, humilde e respeitosa, e tem sua trajetória de vida dedicada ao sacerdócio e à caridade.

Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação