Deputado Soldado Fruet quer saber por que governador Ratinho Junior mantém Feder secretário da Educação

21/06/2022 15h38 | por Assessoria parlamentar
Deputado Soldado Fruet (PROS).

Deputado Soldado Fruet (PROS).Créditos: Orlando Kissner/Alep

Deputado Soldado Fruet (PROS).

Na sessão plenária desta terça-feira (21) na Assembleia Legislativa, o deputado Soldado Fruet (PROS) questionou qual é o motivo para o governador Carlos Massa Ratinho Junior manter Renato Feder no cargo de secretário da Educação diante de tantos problemas, como a desvalorização dos professores e educadores, falta de infraestrutura em escolas e uma série de contratos suspeitos, que o parlamentar vem denunciando. “O que Renato Feder está fazendo na Secretaria de Educação? Farei essa pergunta tantas vezes quantas forem necessárias até que alguém me comprove que ele tem competência para tal”, declarou.

Soldado Fruet lamentou que a educação está retroagindo no Estado. “Nossas escolas, apesar da propaganda do Governo dizer o contrário, estão abandonadas, e o orçamento da Secretaria, sendo queimado em tecnologia”, apontou. Segundo ele, “se o secretário conhecesse a realidade do paranaense, saberia que milhares de alunos não possuem acesso à internet, então não há o que se falar em educação à distância e em tecnologia de ponta”. Além disso, pontuou que os professores são desconsiderados pelas ações de Feder: “falta-lhes valorização e condições de trabalho e sobram pressões e assédio psicológico”.

Investigação

Conforme o parlamentar, basta analisar as licitações da pasta para perceber que grande parte do que se fornece para a educação é feita por empresas de fora do Paraná, “muitas delas de passado duvidoso, como a que vendeu os uniformes para as escolas cívico-militares, pelos quais Feder pagou mais de R$ 40 milhões”. Devido aos tamanhos fora do padrão e tecidos transparentes, o Ministério Público abriu investigação após denúncia do deputado. Outras dezenas de contratos chamaram a atenção dele, principalmente para compra de produtos de tecnologia, como tablets, computadores, notebooks e sistemas de gestão e informação, já que Feder vem do ramo de tecnologia.

Sem licitação

O parlamentar já pediu explicações sobre a escolha do Instituto Consulplan, de Minas Gerais, para realizar o PSS da educação por quase R$ 6 milhões, com dispensa de licitação, enquanto o Paraná tem sete universidades estaduais de alto gabarito que poderiam fazer o processo. Ele também considerou desnecessária a contratação da Unicesumar, uma universidade privada, para ofertar cursos técnicos na rede estadual. E ainda questionou os contratos para terceirização de serviços, cujo custo é quase o dobro dos profissionais concursados. Além das cifras milionárias, algumas empresas contratadas possuem objeto social totalmente diverso da licitação.

Transparência

Soldado Fruet afirmou que está de olho nas ações de Feder e deverá fazer novos encaminhamentos ao Ministério Público após a base do Governo derrubar o pedido de informações sobre os contratos de prestação de serviços. “Se o Governo não tem nada a esconder, por que não fornece as informações que solicitamos?”, perguntou, ressaltando que, como deputado é sua função fiscalizar e garantir que qualquer irregularidade seja denunciada e punida pela Justiça. Além disso, colocou em xeque a motivação das viagens internacionais do secretário da Educação custeadas pelos paranaenses, a última para Frankfurt, na Alemanha, e nos próximos dias 26 e 27 para New Orleans, Estados Unidos – ambas em eventos ligados a tecnologia.

"Empodere os professores, Renato Feder, empodere os educadores de nosso Estado, pague-lhes a data base, valorize-os pelo brilhante trabalho que desempenham”, reivindicou o deputado, que reiterou seu apoio aos profissionais da educação: “Estarei sempre com vocês na luta por direitos, respeito e por uma educação de qualidade em nosso Estado”.

Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação