Presidente do Banco do Brasil faz balanço de investimentos no Paraná Estado tem o 3º maior VBP agro (Valor Bruto da Produção Agropecuária) do Brasil, gerando R$ 147,06 bilhões. Soja, frango e milho são as principais atividades do Estado.

16/08/2022 17h11 | por Rafael Guareski
Presidente do Banco do Brasil faz balanço de investimentos da instituição no Paraná.

Presidente do Banco do Brasil faz balanço de investimentos da instituição no Paraná.Créditos: Orlando Kissner/Alep

Presidente do Banco do Brasil faz balanço de investimentos da instituição no Paraná.

Acompanhado por toda a diretoria do Banco do Brasil, o presidente, Fausto de Andrade Ribeiro, esteve na tarde desta terça-feira (16) na Assembleia Legislativa do Paraná para fazer uma apresentação sobre os trabalhos realizados, principalmente na área da agricultura no Estado do Paraná. Atualmente o Banco do Brasil é a principal fonte para financiamentos do agronegócio em todo País. O Paraná representa 14% da área de plantio no Brasil, perdendo apenas para o Mato Grosso, que representa 26% da área plantada no País. A produção também está em segundo lugar, com 35,6 milhões de toneladas na safra 21/22, o que representa 13% da safra brasileira.

“O Paraná é referência para o Brasil, e o nosso banco busca dar oportunidade aos produtores para que possam ter mais tecnologia e produtividade dentro das suas propriedades, sempre cuidando do meio ambiente”, disse o presidente.

Com relação ao VBP (Valor Bruto da Produção Agropecuária) o Paraná ocupa a terceira colocação, com R$ 147,06 bilhões de reais gerados para a economia do Estado. Destaque para a soja que gerou R$ 37,27 bilhões, seguida pelo frango com R$ 36,03 bilhões e o milho que gerou R$ 26,84 bilhões. A primeira colocação no Brasil é ocupada pelo Mato Grosso com R$ 226,42 bilhões, seguido de São Paulo, com R$ 157,66 bilhões.

Fausto, durante a sua apresentação durante o Grande Expediente da sessão plenária, lembrou da força do cooperativismo no Paraná, segundo ele, uma referência para o Brasil. “Eu tive a oportunidade de conhecer diversas cooperativas aqui no Estado e me impressiona a organização e a força de cada uma. É um exemplo para nosso País que precisa ser seguido e copiado”, reforçou.

O Banco do Brasil também é responsável pelo Banco do Agricultor Paranaense, e já gerou 1.053 contratos com produtores rurais, em um total de mais de R$ 158 milhões em empréstimos, sendo 78% para projetos de energia renovável. O programa Trator Solidário, do Governo Estadual, também conta com a parceria do Banco do Brasil, que já gerou 10.560 contratos com produtores do nosso Estado, sendo 10.322 para tratores, 109 para colhedoras e 129 para pulverizadores.

“Agradeço o convite da Assembleia para que possamos mostrar um pouco do trabalho que realizamos aqui no Paraná. Sabemos da preocupação com o aumento de áreas de plantio, e por isso buscamos sempre levar mais conhecimento e tecnologia ao homem do campo para que eles possam aumentar sua produtividade com qualidade”, finalizou.

Representantes do G7 estiveram presentes no encontro e se reuniram com a diretoria do banco após o evento. Os secretários de Estado da Agricultura, Norberto Ortigara, e da Fazenda, Renê Garcia Junior, também acompanharam a visita do presidente do Banco do Brasil à Assembleia.

 

 

 

 

Agenda

TRAMITAÇÃO DE PROJETOS

LEIS ESTADUAIS

PROJETOS PARA JOVENS

  • Visita Guiada
  • Geração Atitude
  • labels.alep_enem
  • Parlamento Universitário
  • Escola do Legislativo
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná © 2019 | Desenvolvido pela Diretoria de Comunicação